Posts Marcados Com: Strip

Las Vegas (Parte 2) – Hotéis & Cassinos

Depois de uma introdução com as informações gerais sobre Las Vegas, vamos falar especificamente sobre os Hotéis/Cassinos. Encontrei a foto abaixo na época em que estava fazendo as pesquisas para essa viagem e ajudou muito na organização do roteiro, pois entendemos as localizações dos cassinos. Não lembro de onde retirei a foto, por isso não coloquei créditos, mas se alguém souber a origem, é só falar, que coloco. Para saber a sequência que conhecemos os hotéis, nesse post falamos sobre o nosso roteiro.

vegas

1 – Mandala Bay

Paramos o carro no estacionamento do Mandala Bay para conhecer os Cassinos próximos a ele. Passamos rapidamente pelo Mandala Bay, mas algumas atrações nesse hotel são:

  • Shark Reef – Aquário com tubarão, arraia gigante, tartaruga, água-viva, crocodilo, entre outros. Funciona de Domingo a Quinta das 10h às 20h; Sexta e Sábado das 10h às 22h. Valor: 18U$ adulto, 12U$ crianças de 5 a 12 anos, e menores de 4 anos não pagam.
Mandala Bay Las Vegas, Nevada

Mandala Bay

  • Minus 5 – um bar de esculturas de gelo mantido a uma temperatura de -5 graus Celsius. Tínhamos feito reserva, mas acabamos não tendo tempo de conhecer. Ele funciona diariamente das 11h às 03h e os valores variam de acordo com pacotes. Em Las Vegas, existe outro Minus 5 no Monte Carlo. Mais informações no site.
  • Shopping Mandala Place – comunica o Mandala Bay ao Luxor. Nós passamos pelo Mandala Place para conhecer o Luxor.
  • É no Mandala Bay que ocorre o Cirque du Soleil Michael Jackson ONE.

2 – Luxor

Olhando por fora, o Luxor impressiona. Internamente, ficamos decepcionados. O hotel está precisando de umas reformas. Mas a estrutura é muito legal. Olhar para cima e saber que está dentro daquela enorme pirâmide… Também não fomos a nenhuma das atrações do Luxor, apenas passeamos pelo seu interior curtindo a decoração diferenciada.

Pirâmide do Luxor Las Vegas, Nevada

Pirâmide do Luxor

Interior do Luxor Las Vegas, Nevada

Interior do Luxor

A quem interessar, estão no Luxor:

  • Bodies, the exhibition – traz corpos humanos reais proporcionando uma visão tridimensional dos órgãos e da forma humana. Funciona diariamente das 10h às 22h e o ingresso custa 32U$ para adultos e 24U$ para crianças de 4 a 12 anos.
  • Titanic: the artefact exhibition – exposição com artefatos do naufrágio do Titanic. O horário de funcionamento e os valores são os mesmos do Bodies.
Titanic Las Vegas, Nevada

Titanic

  • No Luxor, ocorre a apresentação do Cirque du Soleil CRISS ANGEL Believe.

3 – Excalibur

Nem chegamos a entrar no Excalibur, apenas tiramos fotos à distância. Ele tem a estrutura de um Castelo Medieval.

Excalibur Las Vegas, Nevada

Excalibur

Algumas de suas atrações são:

  • Tournament of Kings – pelo que li, parece ser algo parecido com o Medieval Times. Custa 59U$ com a refeição (apenas para crianças menores de 3 anos é gratuito. Maiores de 4 anos pagam o mesmo valor de adulto) e 44U$ sem refeição.
  • Castle Walk – shopping com praça de alimentação (McDonalds, Krispy Kremer, Pizza Hut, Cinnabon…).
  • No Excalibur, assim como em todos os Hotéis & Cassinos de Vegas, ocorrem vários shows.
  • Há um restaurante Buca di Beppo no Excalibur.

4 – MGM

Em outro dia, estacionamos o carro no MGM e nunca pensei andar tanto dentro de um mesmo hotel. Ficamos perdidos ali dentro e não encontrávamos a saída para a Strip. O MGM tem muitas atrações e um grande shopping.

  • Não esquecer da foto do Leão Dourado de 50m na fachada. Como a área estava em reforma, nem conseguimos um boa visão.
Leão Dourado do MGM ao fundo Las Vegas, Nevada

Leão Dourado do MGM ao fundo

  • É no MGM que ocorrem as apresentações do Cirque Du Soleil KA e do David Copperfield.
  • CSI Experience – um desafio interativo para desvendar um crime como ocorre na série CSI. Funcionamento: diariamente das 9h às 21h. Ingresso: 28U$ adulto. Tem ingresso a 21U$ para crianças de 4 a 11 anos, mas é uma atração recomendada para maiores de 12 anos.
CSI no MGM Las Vegas, Nevada

CSI no MGM

Na Strip, ao lado do MGM, há duas lojas que são pontos de parada obrigatórios em Vegas:

  • Coca-Cola Store – impossível não ver o formato da gigante garrafa de Coca-Cola em frente da loja.
Loja da Coca-Cola Las Vegas, Nevada

Loja da Coca-Cola

  • M&M World – uma grande loja da M&M com vários produtos da marca, além dos enormes e coloridos tubos repletos de M&Ms (mas sempre deixamos para comprar os pacotões de M&M que vendem do Walmart, pois sai mais barato).
M&M World Las Vegas, Nevada

M&M World

5 – New York New York

Do MGM, atravessamos a Strip pela passarela da qual temos uma boa vista do NY-NY. É um bom local para foto da fachada externa desse Hotel/Cassino, que traz a reprodução da cidade de Nova York. Temos o Empire State Building, a Brooklyn Bridge, a Estátua da Liberdade. É muito bem feito! No interior, parece que fomos transportados para NY num passe de mágica. Vale a pena gastar um tempo caminhando pelo NY-NY e observar seus detalhes. Há reprodução dos bairros de Nova York.

Vista do NYNY da passarela Las Vegas, Nevada

Vista do NY-NY da passarela

NYNY Las Vegas, Nevada

NY-NY

  • Montanha-russa: isso mesmo, tem uma montanha-russa dentro do hotel com direito a looping e tudo. Custa 14U$, uma ida, e 25U$, o passe para o dia todo. A restrição de altura é de 1,37 metros.

6 – Aria

O Aria é um hotel incrível. Diferente dos outros cassinos de Vegas, ele não é temático, mas muito luxuoso, contemporâneo e de bom gosto. Vale um passeio pelo lobby, pelo cassino e pelo lindo shopping The Crystals. No Aria, é apresentado o Cirque du Soleil Zarkana.

Interior do Aria Las Vegas, Nevada

Interior do Aria

Detalhe do The Crystal Las Vegas, Nevada

Detalhe do The Crystals

7 – Bellagio

Quando estacionamos no Bellagio, aproveitamos para conhecer também os cassinos ao lado, o Caesars Palace, e os que ficavam do outro lado da Strip, o Paris e o Planet Hollywood. Só no Bellagio, já ficamos um bom tempo e compensa cada segundo.

  • Assistimos o Cirque Du Soleil O, conforme falamos nesse post.
  • Fountains of Bellagio – a apresentação das fontes na frente do Bellagio é uma das atrações mais famosas de Vegas. É impressionante! A altura e a força das águas, juntamente com a música e a iluminação, proporcionam uma experiência única. O show acontece em vários horários durante o dia, mas recomendamos assistir à noite. Na verdade, é possível acompanhar em vários momentos porque, quando menos esperamos, estamos caminhando pela Strip e lá começam as águas dançantes. E claro que todas as vezes acabamos parando para observar nem que seja um pouquinho. Horários: de segunda a sexta das 15h às 19h, com apresentações a cada 30 min; e das 19h às 00h a cada 15 min. Sábado e domingo, das 12h às 19h, a cada 30 min; e das 19h às 00h, a cada 15 min. É gratuito.
Show de Águas no Bellagio Las Vegas, Nevada

Show de Águas no Bellagio

  • Botanical Gardens – infelizmente, pegamos o Botanical Gardens exatamente no período de transição de estação e não conseguimos conhecer. Nos períodos de exibição, fica aberto diariamente 24h e é gratuito. Para ficar por dentro do calendário, link.
  • Fiori di Como – o teto do Lobby expõe um escultura do artista Dale Chihuly com cerca de 2000 flores de vidro e um candelabro chamado Fiori Di Como.
Fiori Di Como Las Vegas, Nevada

Fiori Di Como

  • Gallery of Fine Art – uma galeria de arte aberta diariamente das 1oh às 19h. O ingresso custa 16U$ e crianças menores de 12 anos não pagam.
  • Shopping Via Bellagio – com várias lojas de grife como Prada, Gucci, Dior, Chanel, Louis Vuitton…

8 – Caesars Palace

Ficamos surpresos com Caesars Palace e seu estilo Roma Medieval. É deslumbrante e grandioso. Tem muita coisa para conhecer no interior e também requer tempo.

Interior do Caesars Palace

Interior do Caesars Palace

Caesars Palace

Caesars Palace

  • É onde ocorrem vários shows como do Elton Jonh e da Celine Dion.
  • The Forum Shops – é um atração à parte, cheio de esculturas e lojas de marcas famosas. Há um Cheesecake Factore no The Forum Shops, um dos nossos restaurantes preferidos nos EUA. Depois da nossa viagem, inaugurou um Carmine’s, o qual conhecemos em NY e adoramos.
The Forum Shops

The Forum Shops

9 – Planet Hollywood

Um Hotel & Cassino com astral bem jovem e animado, e que estava muito movimentado e divertido. Além dos vários bares, boates e restaurantes do Planet Hollywood, um dos destaque desse hotel é o Miracle Mile, um grande shopping com cerca de 170 lojas como GAP, H&M, Urban Outfitters, Guess. Em um dos corredores do Miracle Mile, acontece regularmente uma tempestade com trovões, chuva, relâmpagos e nevoeiros. É gratuito e ocorre das 10 às 23h, a cada hora de segunda a quinta, e a cada meia hora de sexta a domingo.

Planet Hollywood Las Vegas, Nevada

Planet Hollywood

10 – Paris

O Paris é um charme. Nele, podemos ter um pouquinho de Paris em Las Vegas com algumas réplicas como o Champs Elysees, Paris Opera House, Louvre, Arco do Triunfo. Para completar, ainda temos a Torre Eiffel.

Paris em Vegas

Paris em Vegas

Réplicas do Paris Las Vegas

Réplicas do Paris Las Vegas

  • Eiffel Tower – infelizmente, não conseguirmos ter a vista da cidade de cima dos 14o metros da réplica da Torre Eiffel, pois estava fechada quando passamos por ela. A atração fica aberta a partir das 9:30h até 00:30 (de segunda a sexta) ou até 1h (sábado e domingo). O ingresso varia de acordo com o horário, sendo a partir de 7,50U$. É bom ficar de olho nas Revista 24/7 Magazine nos concierges que podem trazer coupons para a Torre Eiffel.
  • O Paris também tem seu shopping, o qual o comunica com o Hotel Ballys.
  • Uma dica de alimentação deliciosa e barata no Paris é o La Creperie.
La Creperie no Paris Las Vegas, Nevada

La Creperie no Paris

11 – Mirage

  • Assistimos ao show do Cirque di Soleil LOVE no Mirage (falamos nesse post)
  • Siegfried & Roys Secret Garden – são encontrados golfinhos, leões brancos, tigres brancos, leopardos e panteras. Não conseguimos pegar essa atração aberta, pois os ingressos param de ser vendidos uma hora antes do fechamento (funcionamento: de segunda a sexta das 11h às 18:30; sábado e domingo das 10h às 18:30h). Custa 20U$ adulto e 15U$ criança (4-12 anos). Menores de 3 anos, gratuito.
Secret and Gardens Las Vegas, Nevada

Secret Garden

  • Aquarium – passeando pelo interior do hotel, encontra-se no Lobby o chamado Aquarium, exatamente atrás do balcão de check-in. São cerca de 20.000 litros de água salgada com 450 peixes de 85 espécies diferentes.
Aquarium Las Vegas, Nevada

Aquarium

  • Atrium – ainda no interior do Mirage, encontra-se uma pequena floresta indoor com direito à cachoeira, lagoa e várias flores exóticas.
Atrium Mirage Las Vegas, Nevada

Atrium

  • Volcano – na frente do Mirage, fica o famoso Volcano, um grande vulcão onde ocorrem erupções regularmente. É uma atração gratuita. Basta parar a caminhada pela Strip num dos horários do show e assistir. Ocorre a cada hora a partir das 19h até 23h.
Volcano

Volcano

12 – The Venetian

Um dos hotéis mais lindos de Vegas e, particularmente, o meu preferido. Nele, temos reproduções de partes de Veneza.

The Venetian Las Vegas, Nevada

The Venetian

Dentre as várias atrações, citamos:

  • Passeio de Gôndolas – no canal do Venetian, é possível fazer um passeio de gôndola, tanto na parte interna do shopping Grand Canal Shops, como na área externa em frente ao hotel. Nós fizemos o indoor e foi legal e romântico, mas é bem rápido. O funcionamento do Indoor: domingo a quinta das 10s às 23s; sexta e sábado das 10h à meia noite. Já o outdoor, a diferença é que nos domingos e sábados funciona das 11 às 22h. O ingresso era 16U$ por pessoa na gôndola compartilhada (pode dividir com outras pessoas desconhecidas. Tivemos sorte porque pagamos esse, mas fomos sozinhos). Não encontrei dados atualizados se esse valor se mantém.
Passeio de Gôndola no The Venetian

Passeio de Gôndola no The Venetian

  • The Grand Canal Shops – esse shopping é lindíssimo, com destaque para o céu, ou melhor, o teto. Parece o céu de verdade.
Gran Canal Shops Las Vegas, Nevada

The Gran Canal Shops

  • Madame Tussaud – não chegamos a visitar o museu de cera de Las Vegas, mas fomos no Madame Tussaud de NY e sabemos que é um passeio divertido. Abre todos os dias das 10h às 21h. O ingresso custa 30U$ adultos e 20U$ crianças de 4 a 12 anos (menores de 3 anos gratuito).
Museu de Cera Las Vegas

Museu de Cera Las Vegas

13 – Wynn

Ficamos hospedados dois dias no Wynn e amamos. Hotel dos sonhos, perfeito. E também merece um tempo no roteiro para passear por seus corredores porque é umas das decorações mais lindas e luxuosas dentre os hotéis de Vegas.

Cassino no Wynn Las Vegas, Nevada

Cassino no Wynn

  • Assistimos o Le Rêve no Wynn
  • Lake of Dreams  – um lago artificial com cachoeira, montanha e efeitos especiais.
Lake Dream Wynn Las Vegas, Nevada

Lake of Dreams

  • No Wynn, há uma Loja da Ferrari com alguns carros expostos. Não chegamos a conhecer internamente. A entrada é paga para a parte das exposições.
Ferrari Store Las Vegas, Nevada

Ferrari Store

14 – Treasure Island

O Treasure Island não tem tantos atrativos e não tem o mesmo luxo de outros hotéis da Strip. Apenas passamos rapidamente pelo seu interior.

  • É onde ocorre o show do Cirque Du Soleil Mystére
  • Sirens of TI – o destaque do Treasure Island era a atração gratuita com piratas e dançarinas (sereias) que ocorria na área em frente ao hotel, mas confesso que achei longo e chato e não estranhei o fato de ter sido cancelado. Li algo que, no local onde ocorria o show, será construído um shopping (mais um!!!)
Sirens of TI Las Vegas, Nevada

Antigo Sirens of TI

15 – Circus Circus

Não chegamos a conhecer, mas, a critério de informação, tem um parque de diversão com montanha-russa no Circus Circus chamado Adventuredome Park. Não sabemos se é bom. Mais informações no link.

16 – Stratosphere

Um hotel um pouco mais afastado do movimento maior da Strip e que merece a visita pela vista proporcionada de sua torre de observação. Para quem gosta de brinquedos radicais, existem três atrações no Stratosphere. Não cheguei a ir em nenhum (faltou coragem), mas o marido testou e aprovou.

  • Na torre do Stratosphere, há um restaurante, o Top of the World.
  • Observation Deck – pode-se apenas subir na torre para curtir a vista. E vale a pena. Nós fomos no fim do dia e pegamos o pôr do sol. Depois, ainda apreciamos a cidade toda iluminada. Imperdível! O preço da torre de observação, sem os brinquedos, custa 18U$.
Vista do pôr do sol da torre do Stratosphere Las Vegas, Nevada

Vista do pôr do sol da torre do Stratosphere

Las Vegas, Nevada

Las Vegas

  • Big Shot – um elevador que despenca. O marido falou que é o mais tranquilo dos brinquedos do Stratosphere, sem tantas emoções. A vista lá de cima é bem legal, mas quem já curtiu a vista do Observation Deck não perdeu muita coisa.
Big Shot Las Vegas, Nevada

Big Shot

  • X-Scream – esse parece bem louco. Só de olhar, já dá frio na barriga, mas o marido disse que só sente alguma emoção na primeira fileira, que você fica de frente encarando o chão lááááá embaixo. Nos lugares de trás, é mais tranquilo e com pouca emoção.
X-Scream Las Vegas, Nevada

X-Scream

  • Insanity – esse seria o mais radical. Sentados numa cadeira, o brinquedo se move para a lateral da torre e começa a girar. O que achei mais louco, olhando de fora, é que o cinto de segurança só prende nas pernas e passa a sensação de insegurança, mas, segundo o marido, não tem essa sensação no brinquedo. A vista da cidade e da torre sendo alternadas em alta velocidade, naquela altura, justificam o nome do brinquedo.
Insanity Las Vegas, Nevada

Insanity

É possível comprar ingresso separado para cada uma dessas atrações (15U$ cada) ou pacotes com a torre de observação mais as 3 atrações (33U$), ou mais 2 (28U$), ou mais 1 (23U$), ou ainda voltas ilimitadas durante o dia todo (34U$). Isso mesmo, com um dólar a mais vocês brinca quantas vezes quiser nos brinquedos, então se você for em todos os brinquedos, fica fácil decidir por pagar os 34U$.

  • SkyJump – essa atração não é para qualquer um. Só loucos como meu marido conseguem pular dos 260 metros da torre do Stratosphere. São 108 andares!! A pessoa que topa essa loucura, passa primeiro por uma pesagem. Perguntei o porquê do peso e a explicação foi que precisavam colocar o peso no computador para os ajustes das cordas e freio. Aí só ficava pensando “e se o computador quebrar ou a pessoa colocar o peso errado lá nos dados…” Depois o doido (só pode ter um parafuso a menos) sobe para o local do salto. E se joga da torre! Quer ter a sensação de como seria pular de um prédio? Aqui é o lugar. Vou deixar o marido descrever a experiência. Funciona de domingo a quinta das 10h às 01; e sexta e sábado das 10h às 02h.

Segue o relato dele: – “O SkyJump do Stratosphere é uma das coisas que você tem que fazer ao menos uma vez na vida. Sou paraquedista e me dou bem com a altura, então para mim foi diversão e adrenalina. Vi uma pessoa desistindo na hora “H” e, além de escutar muitos Chicken-Chicken, não há reembolso, mas nesse caso o pagante poderá passar o ingresso para outra pessoa, ou voltar para saltar (se criar coragem) em até uma semana. De qualquer forma, é um brinquedo de gente grande que gosta de se superar. Não é um bungee jumping, porque o SkyJump Las Vegas é uma queda com desaceleração controlada sem retração do elástico; e nem tampouco é um base jumping, apesar da saída da rampa ser a mesma. Depois de colocar a roupa, pesagem, optar por pagar a gravação em vídeo feita por uma câmera no capacete e de assinar um termo onde você assume que é um louco consciente com toda e qualquer responsabilidade pelo o que está prestes a fazer, segue para a base de lançamento no 108 andar. Os funcionários são bem profissionais e farão de tudo para tranquilizar o jumper. Antes do salto será orientado sobre alguns procedimentos de segurança, como, por exemplo, não inventar nada na saída da rampa, dando cambalhota, pirueta, etc.  Quando se está lá em cima, a vista é incrível e o vento é muito forte. O momento mais difícil e tenso é se lançar no vazio, pois ninguém irá te empurrar abaixo. Você tem que saltar sozinho. Depois de saltar, o início da descida é bem rápido e se aproxima da velocidade de queda livre, mas à medida que o chão vai se aproximando, o sistema de cabos começa a desaceleração gradual até colocar você no chão de forma muito suave. A descida dura em torno de 15 segundos. Seus amigos ou parentes poderão subir com você (desde que pague a admissão ao topo da torre) ou esperar próximo do local de pouso, em cadeira do tipo espreguiçadeiras, para não ficar com dor no pescoço de tanto olhar para cima. Segundos antes da descida, seu nome será anunciado no sistema de som para que todos saibam quem é aquele que desce gritando. Quanto se paga para sentir toda essa adrenalina? 109,99U$ para um salto, 59,99U$ para o segundo salto (apenas se for imediatamente após o primeiro), 119,99U$ para um salto com foto do momento do salto, e 139,99U$ para um salto mais um DVD com a gravação do seu salto e fotos digitais.  O tempo que se gasta do início da experiência ao vestir a roupa até sua devolução é de 35 a 40 minutos. Enfim, vale a pena pela sensação de adrenalina! Dá medo estar numa rampa do 108º andar sem se segurar em nada aguardando o momento do salto? CLARO que sim, mas aí está o desafio! Vencer o medo e se lançar no vazio com 100% de segurança.

Pronto para o salto Las Vegas, Nevada

Pronto para o salto

A altura da torre Stratosphere Las Vegas, Nevada

A altura da torre

Las Vegas, Nevada

Chegou vivo!!!

Para finalizar, apenas mais duas informações:

  • No M Resort, um hotel que fica na Las Vegas Boulevard, bem mais afastado do área principal da Strip, tem um buffet que é considerado, por muitos, o melhor de Vegas, o Studio B. Nós conferimos e aprovamos. Além do preço ser mais em conta, ainda oferece vinho incluído. O cardápio é bem variado e as sobremesas, maravilhosas. O resort também é bonito, mas não tem grandes atrações além do cassino e do buffet, que por si só já compensa a visita para quem está de carro.
M Resort Las Vegas, Nevada

M Resort

  • Para não dizer que Las Vegas é apenas a Strip, um bom passeio na cidade é a Fremont Street, a Vegas antiga. O Viva Vision na Fremont Experience é de ficar de queixo caído. Uma rua coberta com luzes onde ocorrem apresentações regulares. Não é projeção, são milhares de luzes que formam imagens e cores acompanhando o som de músicas. Muito bem feito. O show acontece a cada hora e para saber os horário certos, consultem esse link. Para quem está de carro, existem vários estacionamentos na região. Alguns são pagos. A área pode ser um pouco deserta em alguns estacionamentos mais afastados, então cuidado onde forem parar o carro. Uma boa dica é estacionar no Hotel/Cassino Golden Nugget e, se consumir na Fremont, ainda pode validar o ticket do estacionamento.
Fremont Street Las Vegas, Nevada

Fremont Street

Viva Vision na Fremont Las Vegas, Nevada

Viva Vision na Fremont

OBS: Os horários de funcionamento e preços citados no post foram atualizados, mas podem mudar regularmente. Então, é importante confirmar com os sites oficiais por ocasião do planejamento da viagem.

 
 
 
(Facebook      Twitter      Instagram)
 
 

_________________________________________________

Posts relacionados:

Passo a Passo no Google Maps

Passeio por Downtown Manhattan

Circle Line Cruise – Passeio de Barco em NYC

Washington D.C. – um bate e volta de trem a partir de Nova York

Medieval Times

 

Anúncios
Categorias: EUA, Las Vegas, Viajando | Tags: , , , , , , , , | 4 Comentários

Las Vegas (Parte 1) – Informações gerais

Conforme prometido, vamos finalmente começar os posts (mais que atrasados) da viagem por Las Vegas e pela Califórnia. Não vão ficar muito aprofundados, mas vamos tentar dar uma pincelada geral.

Fizemos essa viagem em Setembro de 2012. O mês de Setembro é um bom período já que não pegamos muito calor, mas também não enfrentamos frio. Nosso voo foi de ida e volta por Los Angeles.

Las Vegas

Logo na chegada ao LAX, alugamos o carro e já pegamos a estrada para Vegas. Optamos por seguir direto por questão de ajuste de roteiro, já que queríamos ficar em Las Vegas durante a semana, pois as diárias nos hotéis são muito mais baratas do que nos fins de semana. A diferença de preço é gritante e compensa ser levada em consideração na hora de planejar o roteiro da viagem. Dessa forma, conseguimos ficar hospedados em excelentes hotéis por ótimos preços e até nos permitimos alguns mimos dos hotéis 5 estrelas. Aproveitando promoções, ficamos em 2 hotéis diferentes, 2 dias no Wynn e os demais no Trump. Já falamos desses hotéis, que são maravilhosos, nesse post bem antigo, Hospedagem (0s hotéis em que já ficamos).

Wynn Las Vegas

Wynn

Trump Las Vegas

Trump

Os 446 Km entre LA e LV são bem tranquilos, em estrada bem sinalizada e de várias faixas, apesar de um tanto movimentada. Saímos de LA depois das 16h e chegamos a Vegas já à noite, por volta das 21h, mas isso não foi problema algum (até porque o marido dorme bem nos voos). Foram cerca de cinco horas de viagem, mas com uma parada em Primm, uma cidade localizada logo após a divisa entre os estados da Califórnia e de Nevada. A ideia era já começar a tarefa compras, conhecendo o Fashion Outlet Las Vegas. Infelizmente, Esse outlet fecha cedo, às 20h, e não tivemos tempo para muita coisa. Aproveitamos ao menos para lanchar na cidade, que oferece muitas opções de restaurantes e fast food, e seguimos para Vegas

Welcome to Fabulous Las Vegas, NEvada

Para os turistas, a principal atração em Las Vegas se resume a uma rua principal, a Las Vegas Boulevard, mais conhecida por Strip. É ao longo da Strip que encontramos os mais conhecidos hotéis de Vegas (Bellagio, Wynn, Paris, The Venetian, The Palazzo... entre outros). O que a maioria dos visitantes faz é exatamente se hospedar em um desses hotéis na própria Strip e ficar em cima do burburinho. Alguns optam por não alugar carro e usam outras formas de transporte. A Strip é enorme, assim como os hotéis, e anda-se muito em Vegas. Não dá para achar que vai conseguir sair andando pela Strip e fazer tudo a pé. Se não estiver de carro, pode-se usar os ônibus Deuce, que param em todos os pontos na Strip e circulam 24 horas. Outra opção são os Express, mas que são mais rápidos exatamente porque não param em todas paradas e operam a partir das 9h até 00:30h. Existem máquinas espalhadas pela Strip onde pode-se comprar o bilhete. Outra opção muito comum em Vegas são os táxis, mas quando saíamos dos hotéis já à noite, víamos as filas enormes para conseguir um. Há ainda a opção de um monorail. Mas não chegamos a pegar nenhum desses transportes em Las Vegas. Estávamos de carro e, sinceramente, prefiro assim. Claro que se a opção for economizar, é totalmente possível conhecer Vegas sem estar com carro alugado. Mas não há como negar que ter suas próprias rodas facilita um bocado. Podíamos conhecer a parte da cidade fora da Strip, fomos a várias lojas, diferentes shoppings além dos Outlets, e tínhamos mais liberdade. Todos os hotéis possuem estacionamentos gratuitos e é muito fácil dirigir em Vegas (como em todas as cidades americanas). 

Strip Las Vegas Nevada

Strip

Conforme exposto no post sobre nosso roteiro em Las Vegas, dividimos os dias na cidade organizando os hotéis a visitar por proximidade e de acordo com os shows noturnos que íamos assistir. Muita coisa não saiu conforme o planejado, pois a cidade é muito dinâmica e as horas passam voando. Fora que existe tanta, mas tanta coisa legal para conhecer… Ainda tivemos a questão das compras, pois as deixamos exatamente para Las Vegas, onde passaríamos mais tempo. Apesar de ser o contrário do recomendado, ou seja, melhor deixar para comprar na última cidade visitada. Tivemos que adaptar, pois nossa passagem seria muito rápida nas demais cidades. Também não queríamos deixar Vegas por último exatamente pela questão da hospedagem durante a semana conforme já falado. Então, foi bem corrido. Muito corrido. Havíamos planejado um dia para conhecer o Grand Canyon, mas optamos por deixá-lo para outra oportunidade, quando poderíamos conhecê-lo adequadamente e com a atenção que aquele paraíso merece. Portanto, organizamos nossos dias intercalando as compras com as visitas aos hotéis, optando por andar pela Strip no fim da tarde e à noite, fugindo um pouco do sol. E deu certo assim, tirando o fato de que nunca conseguíamos cumprir os horários planejados para sair das lojas. De qualquer forma, não foi possível conhecer todas as atrações que gostaríamos e ficamos com um gosto de quero mais na hora de ir embora. 

Las Vegas

Las Vegas

Já percebi que a relação de Vegas com as pessoas é estilo AME ou ODEIE. Eu confesso que achei que ficaria no grupo do odeia, mas depois de conhecer, me surpreendi. Fiquei apaixonada. Sim, é tudo exagerado, alguns dizem “brega”, tem ostentação, mas achamos tudo o máximo, diferente de todos os lugares que já passamos. Como sou uma pessoa diurna, não bebo uma gota de álcool e não sabia jogar nada nos cassinos, tinha a impressão que não iria curtir muito. Mas Las Vegas é muito mais. Tem atrações para todos os gostos, idades, sexos… e bolsos. Existem algumas opções gratuitas, ou pode-se curtir muito apenas passeando pelos enormes hotéis, os quais já são uma atração à parte. Também existem oportunidades para torrar o cartão de crédito. Tudo vai depender do interesse e das condições de cada um. Nós fomos pela linha do meio termo. Nada de exageros, aproveitamos as atrações gratuitas e fomos a algumas pagas. Também assistimos alguns dos inúmeros shows que a cidade oferece. São tantos, que seria impossível descrever todos, então vou me concentrar nos três que assistimos:

  • Le Rêve – localizado no Wynn, é um espetáculo imperdível. Foi o melhor que já assistimos numa mistura perfeita de circo, teatro e acrobacias aquáticas. O lindíssimo teatro é circular, sendo possível ter uma boa visão de todos os lugares. No centro do teatro, o palco aquático. É na água que acontece toda a apresentação na mais perfeita sincronia. Os efeitos especiais com cores, luzes e sons fazem com que tenhamos a impressão de estarmos realmente dentro de um sonho, que é o tema do show.
Palco Le Rêve Las Vegas Nevada

Palco Le Rêve

Interior do Teatro do Le Rêve Las Vegas Wynn

Interior do Teatro do Le Rêve

Le Rêve no Wynn Las Vegas

Le Rêve no Wynn

  • Cirque du Soleil  “O” – localizado no Bellagio e, assim como o Le Rêve, o show se passa num palco aquático. A ideia é proporcionar à plateia uma experiência lúdica num romance teatral atemporal, misturando surrealismo, arte e magia. Ok, precisei ler a história no site do Cirque du Soleil porque confesso que não entendi muita coisa do “O”. Na verdade, achei tudo meio caótico e confuso. Chegou a me dar sono em vários momentos. Não sei se por ter assistido ao Le Rêve primeiro, o “O” não me conquistou. Claro que é um espetáculo no padrão Cirque du Soleil, bem feito, uma super produção, cheio de efeitos especiais, iluminação e som de última geração, artistas talentosos, acrobacias de tirar o fôlego… e depois de tudo isso ainda dizer que não gostei fica até difícil de explicar, né? Mas assim… a questão é que se tivesse que escolher entre o “O” e o Le Rêve, sem dúvida o Le Rêve.
Cirque du Soleil "O" Las Vegas Nevada

Cirque du Soleil “O”

Teatro do "O" Las Vegas

Teatro do “O”

  • Cirque du Soleil LOVE – localizado no Mirage, tem como trilha sonora as músicas dos Beatles. É impossível não ser contagiada, mesmo que não tenha sido da geração Beatles. As músicas são as mais conhecidas e o teatro tem uma acústica perfeita. Em cada poltrona, há alto-falantes proporcionando uma experiência única. O espetáculo mistura efeitos especiais, dança, música e interpretação. Não é um show de circo propriamente dito e é até bem diferente de outras apresentações do Cirque du Soleil que já fomos, pois o LOVE é mais teatral. Nem por isso é menos empolgante e envolvente. Mas para quem está mais interessando em acrobacias ou em um show mais próximo de circo, LOVE não é a opção certa.
Cirque du Soleil LOVE Las vegas

Cirque du Soleil LOVE

Um coisa nos chamou muito a atenção em Vegas… Bebe-se muito. As pessoas andam nas ruas com enormes copos de Margarita pendurados no pescoço. Mas não foi isso que nos surpreendeu, e sim como, apesar da grande quantidade de álcool, tudo transcorre na paz. No Brasil, você vai a qualquer show, evento, réveillon em Copacabana, etc, e vê tanta confusão decorrente da bebida que muitas vezes é melhor não ir. Lá, não vimos nada. E tem bebum sim. Claro! Mas parece que as pessoas sabem respeitar o espaço do outro. Quer beber, beleza, mas respeita o próximo. Simples assim. Não me senti incomodada em nenhum momento. Vimos de tudo nas ruas. Tinha cada figura buscando ganhar seu trocadinho fantasiado na Strip para tirar foto com os turistas. Era muito engraçado. Não estávamos com as crianças, mas encontramos muitas famílias, idosos, jovens. Enfim, todas as tribos… E tem espaço para todos.

Por falar em criança, dá para conhecer Las Vegas em família, mas as crianças não podem ficar nos cassinos. Quem estiver acompanhado de menores de 18 anos, deve apenas passar pelo cassino, mas não parar. Vimos muitas atrações para os pequenos, mas o foco mesmo da cidade acaba sendo o adulto.

Outra coisa que acontece em Vegas é a questão da prostituição. Eu esperava algo diferente, como vemos aqui, tipo as mulheres na rua. Mas não. Pelo menos não na Strip. O que ocorre são algumas pessoas distribuindo cartões, como os panfleteiros. Nesse cartão é que vem a foto da trabalhadora com seu atributos da cintura para cima e o telefone de contato para os serviços prestados. Mesmo andando de mãos dadas com o marido, enfiavam VÁRIOS cartões na mão dele, como se eu nem existisse. Mas é só isso. Discreto e rápido. Na próxima lixeira, é só jogar fora. Ou seja, não tem ninguém falando nada, se oferecendo ou coisa do tipo. Por isso que não tem problema de viajar em família para Vegas. Existe respeito a todos.

Las VEGAS Nevada

VEGAS

O clima em Vegas é muito seco, portanto é importante ter sempre uma garrafa de água à mão. O nariz pode ficar ressecado, mas já sabendo disso, levamos Salsep (soro fisiológico) na mala e sempre usávamos. Hidratante e protetor solar também não devem faltar.

A famosa placa “Welcome to Fabulous Las Vegas” está localizada na própria Las Vegas Boulevard (Strip), próximo ao aeroporto. Tem um pequeno estacionamento no centro, entre os dois sentidos da avenida. O ideal é chegar cedo para pegar mais vazio, pois faz fila.

Las Vegas

Foto tradicional

No próximo post, vamos detalhar os hotéis de Las Vegas e suas inúmeras atrações.

 
 
 
(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 

________________________________________________

Posts relacionados:

Yosemite National Park

Cruzeiro da Disney – Desembarque do Disney Dream

Radio City Music Hall Christmas Spectacular em Nova York (com crianças)

Uma tarde no Central Park
 
 
Categorias: EUA, Las Vegas, Viajando | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: