Posts Marcados Com: Romance adulto

Resenha – PROFUNDAMENTE SUA, SÉRIE CROSSFIRE 2 (Sylvia Day)

Resenha Profundamente Sua Série Crossfire 2 Sylvia Day

Série Crossfire 2

Título: Profundamente Sua

Título Original: Reflected in you

Autor: Sylvia Day

Editora: Paralela

ISBN: 9788565530194

Categoria: Literatura Estrangeira/ Romance Erótico

Ano de Lançamento: 2012

Páginas: 252

Essa resenha pode conter SPOILERS do volume anterior (para ler a resenha, clique TODA SUA)

Sinopse: Gideon Cross. Ele é tão bonito e perfeito do lado de fora quanto é danificado e atormentado no interior. Ele era uma chama brilhante e ardente que me chamuscou com o mais escuro dos prazeres. Eu não poderia ficar longe. Eu não queria. Ele era o meu vício… meu desejo… todo meu. Meu passado foi tão violento quanto o dele e eu estava tão machucada. Nós nunca iríamos ser normais. Era muito difícil, muito doloroso… exceto quando era perfeito. Aqueles momentos em que a voragem do amor desesperado era a loucura mais requintada. Fomos completamente subjugados pela nossa necessidade. E a nossa paixão nos levaria além dos nossos limites para a mais doce borda da mais nítida obsessão. Fonte: Editora Paralela

“Estou obcecado, meu anjo. Viciado. Você é tudo que sempre quis e precisei, tudo com o que sempre sonhei. Você é tudo. Eu vivo e respiro por você. Por você.” (Gideon)

Depois da paixão arrebatadora que dominou Gideon e Eva no primeiro volume da série Crossfire, agora vemos surgir um relacionamento entre eles, construído naturalmente, crescente em intensidade e amadurecendo aos poucos. Há um esforço mútuo para fazer essa relação dar certo, apesar de todos os indícios contrários. Enquanto em Toda sua Eva se expôs e abriu seu coração e seu passado para Gideon, que por sua vez a aceitou com toda sua bagagem de traumas e sofrimentos, é a vez de Eva tentar ganhar a confiança de Gideon para que ele a deixe entrar na sua vida por completo.

A autora Sylvia Day elabora a trama com desenvoltura, trazendo uma relação de dependência mútua, muito mais que de amor propriamente dito. É uma necessidade que um tem do outro, que alivia a dor e o peso dos traumas que carregam. Através da narrativa em primeira pessoa, conseguimos entrar na cabeça da Eva, vivenciando seus medos e inseguranças. Por outro lado, ficam muitas dúvidas sobre Gideon e não conseguimos alcançar seus pensamentos e o que está por trás de seus atos. Isso torna a história intrigante. Ao mesmo tempo em que percebemos que existe algo nas atitudes de Gideon, não conseguimos entender absolutamente nada. Tudo começa a parecer sem sentido e dá vontade de atirar o livro na parede várias vezes. Apenas no final, somos capazes de realmente, e finalmente, compreender os fatos e perceber a dimensão do sentimento que os une.

A linguagem da autora se mantém simples, mas com palavras chulas nas cenas de sexo, que são narradas nuas e cruas, com muita sensualidade e erotismo. Tem um toque de romantismo, mas muito pouco. É levado mais no sentido do desejo, um tanto carnal, mas não obsceno. Isso é compreensível pelo fato do sexo ser a principal forma de interação entre Gideon e Eva, já que no quesito emocional é tudo muito complexo e conturbado.

Temos alguns dramalhões dignos de novela mexicana e que podem incomodar alguns que venham a considerar as atitudes de Eva como infantis e imaturas. Mas eu vejo como compreensíveis, frente à sagacidade da autora na construção de seus personagens. Eu já entendia Eva e toda sua carga emocional, de forma que conseguia aceitar suas atitudes de fuga e medo, baseadas na insegurança e no ciúme, principalmente quando entram em cena os ex de ambos (Corinne e Brett). Por outro lado, me irritou a baixa autoestima que Eva demonstra nesse volume, se mostrando uma personagem diferente do livro anterior. Já Gideon vem com extrema possessividade e também é tomado por comportamentos ciumentos e até violentos, mas ainda conhecemos pouco sobre sua história. Eva se irrita com as atitudes dele em diversos momentos, e nós leitores também. Em Profundamente sua, a autora traz bastante a questão da confiança, ou a falta dela, ficando claro que, para qualquer relação ter um futuro, é preciso ser baseada na confiança mútua.

O livro é bem escrito, tem um enredo linear que faz com que a leitura seja rápida e envolvente. É centrado em questões mais reais e com uma carga dramática que vai além da sensualidade e da sexualidade explícitas, focando nas turbulências vividas pelo casal assombrado pelo passado em busca da felicidade. É perceptível a evolução gradual dos personagens e o amadurecimento dessa relação perturbadora e libertadora, o que deixa muita curiosidade em saber qual o próximo nível que Sylvia Day vai nos conduzir na trama de Gideon e Eva. Profundamente sua é um livro com conteúdo adulto!

“Ele era complexo demais, um grande mistério para mim. Eu mal havia arranhado a superfície de seu ser. Mas ainda assim já estava totalmente envolvida por ele.” (Eva)

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
Outras resenhas aqui.
Anúncios
Categorias: Lendo | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Resenha – TODA SUA, SÉRIE CROSSFIRE 1 (Sylvia Day)

resenha  Toda Sua Série Crossfire Sylvia Day

Série Crossfire 1

Título: Toda sua

Título Original: Bared to you

Autor: Sylvia Day

Editora: Paralela

ISBN: 9788565530118

Categoria: Literatura Estrangeira/ Romance Erótico

Ano de Lançamento: 2012

Páginas: 280

Sinopse: Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado. Fonte: Saraiva

“Eu queria Cross. Muito. Mas ele era demais para mim. Sinceramente, eu não precisava de ninguém para arruinar minha vida. Não precisava de ajuda nesse quesito.”

Resolvi ler a série Crossfire embalada pela onda 50 tons. O primeiro livro, Toda Sua, parecia ser mais um querendo pegar carona no sucesso das obras E.L. James. E confesso que, no início da história, fiquei bastante incomodada. Era impossível não comparar e muitas semelhanças eram gritantes. Um milionário CEO que conhece a mocinha no momento em que ela leva um tombo (lembra alguma coisa?) e eles se envolvem numa relação baseada na atração sexual e no desejo carnal… Mas, à medida que a leitura ia avançando, percebi que não seria tão cópia como eu estava imaginando.

Para começar, Sylvia Day não é uma escritora novata e isso fica evidente na qualidade de sua escrita e na construção de seus personagens. O livro, narrado em primeira pessoa por Eva Tramell, traz os protagonistas bastante complexos. Tanto Eva como Gideon possuem um passado traumatizante e são marcados profundamente pelo medo, por inseguranças, por problemas familiares e pela dificuldade de envolvimento emocional. Eva não é aquela mocinha traçada como ingênua e fraca. Ela tem uma personalidade forte, é experiente, dona da sua própria vida e com uma ótima condição financeira, mas, interiormente, é sofrida e traumatizada, consequência de abusos sofridos. A história de Gideon permanece uma incógnita durante todo livro, de forma que ele não traz aquele mesmo apelo do Grey. Achei-o bruto e nada encantador, quase não há romantismo na história de Sylvia Day e o relacionamento de Eva e Cross começa pela atração sexual, basicamente pela necessidade física. Entretanto, vamos percebendo que Cross esconde um passado muito sombrio, que o leva a ter pesadelos noturnos e lhe causa muito sofrimento, ainda que, nesse volume, não seja revelado. Mas o ponto crucial de Toda Sua, que o diferencia de uma vez por todas, é a carga dramática. Aqui não temos apenas um personagem marcado por um passado traumatizante e sim vários. Além de Eva e Gideon, temos ainda Cary, que é o melhor amigo de Eva e se muda para Nova Iorque com ela, mas possui vários problemas emocionais e uma incrível tendência autodestrutiva. Com tanta profundidade dos personagens, fica impossível não mergulhar nessa mistura de sentimentos. São emoções intensas que fazem com que o leitor compreenda a relação que Eva e Gideon acabam desenvolvendo, ao mesmo tempo que destrutiva e dependente, curadora e libertadora.

Assim como 50 tons, o livro traz referência a uma relação dominante, mas de forma diferente do BDSM tratado por E.L. James. A autora Sylvia Day tenta mostrar que existem outras formas de dominação e submissão. Ambos protagonistas possuem aquela necessidade de conduzir a relação, de mostrar que estão no controle, quando na verdade são dominados pelo medo do passado de suas vidas. Gideon entende Eva de uma forma profunda, porque viveu os mesmos traumas, e sabe até onde pode ir com ela. Aos poucos, Eva vai se deixando levar, mas sendo sempre tomada por reações emotivas, por ciúmes, inseguranças e dúvidas. E quando um, ou o outro, acaba cedendo, permitindo-se ser dominado, termina promovendo o gatilho que traz à tona sentimentos e fantasmas que ambos tentavam enterrar. De forma que eles parecem mais prejudicais um ao outro juntos do que separados. E é interessante como a autora constrói essa trama bem elaborada.

Toda sua é uma história sensual, profunda e envolvente, não centrada no romance, mas na paixão, no desejo e no drama. Com uma escrita que agrada, personagens que cativam e uma complexidade que intriga, prende a leitura e mostra que quer muito mais que apenas uma carona no sucesso. Para quem gostou do ESTILO 50 tons (não vou entrar no quesito de um ser melhor do que o outro, porque isso é muito pessoal), Toda sua pode agradar, mas é um livro adulto, para maiores de 18 anos, repleto de teor sexual, palavras chulas e muita sensualidade.

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
 Outras resenhas.
Categorias: Lendo | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: