Posts Marcados Com: New Orleans

New Orleans – dicas de passeios (com crianças)

New Orleans (Nova Orleans) foi fundada pelos franceses com o nome de Nouvelle Orléans, mas para os íntimos é conhecida mesmo como NOLA. A cidade é super diferente e tem um astral único. Difícil até explicar, tem que conhecer para entender. Ficamos apenas três dias na cidade, e ainda daria para passar mais tempo, até porque algumas atrações ficaram de fora do nosso roteiro. Como estávamos fazendo uma road trip de norte a sul dos EUA e visitando várias cidades (como Memphis e Nashville), optamos por conhecer o que New Orleans oferecia de mais diferente e que não encontrávamos em outros lugares, de forma que abdicamos de atrações como aquário, zoológico, museus, que vão ficar apenas como sugestões de passeios ao final do post.

Confesso que, inicialmente, tive dúvidas se New Orleans seria um bom destino viajando com crianças e foi lendo os posts da Luciana Misura, no Colagem, que tive a certeza de que os meninos iriam curtir muito. E não deu outra. Eles amaram os pântanos, aprenderam muito na Plantation, se encantaram com o Jazz. Uma boa ideia é assistir ao filme da Disney “A Princesa e o Sapo” para introduzir os pequenos no ambiente que vão encontrar em NOLA. Meu único “porém” em New Orleans com crianças foi realmente a Bourbon Street. O French Quarter em si é incrível, e explorá-lo com os pequenos foi até tranquilo, mas a Bourbon Street é muito, digamos, “pesada”. Realmente não víamos muitas crianças pelas ruas do French Quarter, mas nós não nos inibimos com isso. Só que passamos algumas situações não muito legais com as crianças nessa rua específica, que expliquei com detalhes quando falamos do French Quarter.

Além do Blog Colagem, muitas dicas importantes foram encontradas no Blog MauOscar e foram essenciais para o sucesso da nossa viagem.

O que visitamos em New Orleans:

1. Mardi Gras World

Mardi Gras é o Carnaval de New Orleans e significa Terça-Feira Gorda, relacionado à terça-feira antes da quarta-feira de cinzas quando se inicia a quaresma. Ou seja, a terça-feira gorda é aquele dia da despida da comilança antes de começar a abstinência de preparação para a Páscoa. Para saber isso e muito mais sobre o Mardi Gras, fizemos o tour pelo Mardi Gras World, um grande galpão onde são produzidos os carros usados nos desfiles. O tour dura cerca de 1 hora e é uma ótima atração para a família toda. Mesmo os meninos sem entenderem o inglês, adoraram ver todo o processo de criação daqueles grandes carros, além das esculturas de isopor de seus personagens preferidos. Garante a diversão para os pequenos.

Aqui falamos com detalhes sobre o nosso tour pelo Mardi Gras World

Mardi-gras-world14

2. French Quarter e Bourbon Street

O bairro mais antigo de New Orleans é também o mais diferente. A melhor forma de explorar a região é a pé. Há estacionamentos em edifícios garagem pela região, mas não são muito baratos. Uma boa alternativa é deixar o carro no hotel e usar os bondinhos que circulam pela cidade em três linhas.

Não achamos a Bourbon Street um bom local para quem está viajando com crianças. Passamos algumas situações que nos deixaram pouco à vontade com os meninos ali, e contamos os detalhes nesse post sobre o French Quarter

Fachadas características dos prédios no French Quarter

Entretanto, ainda deu para conhecer o French Quarter com os meninos. Caminhamos pela Jackson Square, onde está a Catedral de New Orleans, fomos até a margem do rio Mississippi, experimentamos os famosos beignets no Cafe du Monde, conhecemos o French Market. Não chegamos a ir até o Louis Armstrong Park, pois estava escurecendo cedo devido ao inverno e ficamos com receio de sair andando com os meninos à noite depois das experiências já vividas de dia. Dessa forma, apenas jantamos no Bubba Gump na Decatur Street (evitando a Bourbon Street), enquanto aguardávamos o show de Jazz no Preservation Hall.

Onde comer em New Orleans

Jackson Square French Quarter New Orleans

3. Preservation Hall

Uma ótima opção para quem quer assistir a um show de Jazz e está acompanhado de criança é o Preservation Hall. Depois do country em Nashville e do rock em Graceland, agora queríamos sentir o Jazz, para em Chicago fechar com o Blues.

O Preservation Hall tem três apresentações diárias, às 20h, 21h, e 22h. É possível comprar tickets antecipados no site e ter os assentos reservados no local, ou enfrentar a fila que se forma na entrada pouco antes das apresentações.

Falamos mais aqui da nossa experiência no Preservation Hall com as crianças.

Fachada do Preservation Hall

4. Passeio de barco pelo pântano

O passeio pelo pântano tem duração de 1 hora e meia em um barco aberto (com uma cobertura). No inverno, é importante estar bem agasalhado porque venta e faz frio. Durante o passeio, pudemos ver pássaros típicos da região, guaxinins, tartarugas e até um filhote de jacaré numa pedra. Já estávamos preparados para não encontrar nenhum jacaré devido ao inverno, que não é a melhor época para vê-los no pântano, pois os animais hibernam. Apesar disso, a paisagem compensa o passeio.

Os detalhes do nosso passeio pelo pântano da Lousiana estão aqui.

pântano Louisiana

5. Plantations

A região de Vacherie, a uns 80 km do centro de New Orleans, conta com diversas opções de Plantations como a Oak Alley, a Laura, a St Joseph, a Evergreen. Tivemos que optar por apenas uma e a escolhida foi a Oak Alley Plantation, construída em 1830 por descendentes de franceses.

Vimos as casas dos escravos e fizemos o tour pelo interior da mansão (que pode não ser atraente para crianças, principalmente as menores). A vista do Alley of Oaks já vale a visita!

Mais sobre a Oak Alley Plantation.

Carvalhos de Oak Alley Plantation

6. Garden District e Audubon Park

Quando retornamos do passeio de barco pelo pântano, aproveitamos o fim de tarde para pegar o bondinho (street car) e ir até o Audubon Park, passando pelo Garden District, um bairro de New Orleans. Só o passeio de bonde já acaba sendo uma atração turística.

Falamos dos bondes no post sobre como se locomover em New Orleans.

O passeio pelo Audubon Park e Garden District você encontra aqui.

DCIM100GOPROGOPR0751.

Outras atrações de New Orleans que não chegamos a conhecer.

7. Audubon Aquarium of the Americas

8. Audubon Zoo

9. Audubon Butterfly Garden and Insectatium

10. New Orleans Museum of Art

11. National World War II Museum

 


(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 
 

______________________________________________

Posts relacionados:

The Children’s Museum of Indianapolis, o maior museu da criança do mundo

Indianapolis Motor Speedway e Hall of Fame Museum

Passeando por Indianápolis? Dicas de onde ir

Centennial Park e The Parthenon

Country Music Hall of Fame and Museum

Nashville – onde ficar

Categorias: EUA, New Orleans, Viajando | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário
 
 

New Orleans – onde comer

Não fomos a muitos restaurantes diferentes em New Orleans, mas acho que vale escrever um post ao menos para falar com mais detalhes do The Court of Two Sisters, um restaurante tradicional de culinária cajun localizado no French Quarter (613 Royal Street) – Ótima dica do Blog MauOscar.

The Court of Two Sisters New Orleans

Conhecemos o restaurante num jantar, mas o que recomendaria mesmo, se possível, era ir no Jazz Brunch, que ocorre diariamente das 9h às 15h com um buffet variado de pratos quentes e frios acompanhado do bom Jazz. Infelizmente, não conseguimos pegar o horário do brunch, mas para quem quer conhecer o tempero creole, pode ir no jantar a la carte no horário das 17:30 às 22h.

The Court of Two Sisters New Orleans

O ambiente do local é lindo, principalmente no terraço, melhor lugar para pegar uma mesa. O restaurante é mais indicado para casais (é bem romântico), mas fomos com as crianças. Ui! Foi meio complicado manter as taças inteiras sobre as mesas e não há um menu infantil, fora que o tempero é bem diferente e acaba não agradando os pequenos. Não é o melhor lugar para quem está viajando com crianças.

The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans

Nós optamos por pedir o Table D’Hote, que tem um preço fixo de 46U$ e inclui entrada, salada, prato principal e sobremesa. Pedimos apenas dois e demos um pouco da nossa comida para os meninos, porque já imaginávamos que eles não fossem gostar muito. E realmente não comeram quase nada.

The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans The Court of Two Sisters New Orleans

O sabor é bem diferente, mas gostoso. Recomendo muito experimentar.

The Court of Two Sisters New Orleans

Cerveja local

Mas para quem não gosta de experiências culinárias, existem muitas outras opções no French Quarter. No dia em que chegamos, queríamos ter almoçado no Galatoire’s (209 Bourbon Street), outro restaurante tradicional, mas estava muito cheio e acabamos indo para no bom e velho Hard Rock Cafe (125 Bourbon Street)

hard Rock Cafe French Quarter New Orleans hard Rock Cafe French Quarter New Orleans

Outra opção já bem conhecida que está presente no French Quarter e pode ser uma boa pedida para quem gosta de frutos do mar é o Bubba Gump Shrimp (429 Decatur Street).

Bubba Gump French Quarter New Orleans

E não se pode deixar de experimentar os Beignets no Cafe Du Monde (800 Decatur Street), mesmo que eu não tenha achado o doce lá essas coisas, mas só provando para ter a própria opinião. 😉

Cafe Du Monde French Quarter New Orleans Beignets Cafe Du Monde French Quarter New Orleans


(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 
 

______________________________________________

Posts relacionados:

New Orleans – Audubon Park e Garden District

New Orleans – Oak Alley Plantation

New Orleans – Passeio pelo pântano

New Orleans – Onde ficar

New Orleans – Conhecendo o French Quarter com crianças

New Orleans – Preservation Hall (show de Jazz permitido para crianças)

New Orleans – Mardi Gras World

 

Categorias: EUA, New Orleans, Viajando | Tags: , , , , | 4 Comentários

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: