Posts Marcados Com: Machu Picchu com criança

Peru com crianças – Machu Picchu, parte 2: como chegar

Quando estava pesquisando sobre Machu Picchu, achava todo o processo de deslocamento meio confuso. Mas a verdade é que é bem mais simples do que aparenta. Resumindo:

1 – chegada a Lima

2 – ida para Cusco

3 – trem de Cusco, ou Ollantaytambo, para Aguas Calientes

4 – ônibus, ou caminhada, para entrada de Machu Picchu

Basicamente, são esses quatro passos, mas há também a trilha inca, que é sempre muito procurada. Não foi o nosso caso, então não temos nada a falar sobre ela.

Por outro lado, as formas de fazer esses quatro passos podem ser as mais variadas possíveis…

Tem gente que chega a Cusco de avião vindo de Lima ou de outras cidades do Peru. Nós chegamos de trem vindo de Puno.

Trem Puno para Cusco, Peru com crianças

Tem quem pegue o trem para Aguas Calientes ao final do tour pelo Vale Sagrado na estação de Ollantaytambo, ou quem saia direto de Cusco na estação de Poroy. Ou seja, tem aquele que prefere pernoitar em Aguas Calientes e subir para Machu Picchu bem cedo no dia seguinte; e outro que pega o trem de Cusco para Aguas Calientes de manhã e vai direto para Machu Picchu no mesmo dia.

De Aguas Calientes para a entrada de Machu Picchu há um sistema de ônibus que circulam intermitentemente durante o dia. A viagem dura cerca de 20 minutos. A venda dos tickets é direto no local. Quando chegamos no dia anterior à noite, já estava fechado, de forma que o marido acordou mais cedo e foi comprar nossos tickets. As vendas começam a partir das 5:30 da manhã. Quando ele saiu para comprar, a fila para pegar os ônibus já estava ENORME. Muita gente vai para fila ainda de madrugada para chegar a Machu Picchu bem cedo e aproveitar o local mais vazio de turistas, além de assistir ao nascer do sol.

Para embarcar no ônibus, é necessário, além das passagens, o ticket de entrada a Machu Picchu. Eles pedem para verificar esses tickets antes do embarque para ter certeza de que todos estão de posse dos ingressos. Na entrada de Machu Picchu não é possível comprar esses tickets. O último local de venda é em Aguas Calientes, mas o ideal é garantir com antecedência porque as entradas são limitadas a 2500 pessoas por dia (400 para quem vai subir à montanha Waynapicchu).

Onde comprar os tickets do ônibus para Machu Picchu

Onde comprar os tickets do ônibus

Aguas Calientes, Peru

Aguas Calientes

Enfim, as combinações de deslocamento para Machu Picchu são diversas e todas vão dar certo de acordo com as características e objetivos do viajante e de seu grupo. No caso de quem viaja com criança, acredito que a forma que fizemos foi a mais prática. Fomos para Aguas Calientes após o tour do Vale Sagrado, pegando o trem em Ollantaytambo. Tivemos uma noite tranquila em Aguas Calientes, pudemos pegar o ônibus para Machu Picchu ainda cedo no dia seguinte, embora não saímos de madrugada, até porque era um tanto de judiação com os meninos acordá-los às 4h e levá-los para uma fila num frio intenso. Optamos por sair umas 7:00 (já estávamos com os tickets do ônibus de ida e volta garantidos, pois o marido foi comprar às 5:30), pegamos a fila do ônibus bem menor do que às 5h da manhã e ainda chegamos cedo a Machu Picchu.

Aproveitamos a manhã sem correria, ficando cerca de 5 horas em Machu Picchu, o que, com crianças, é suficiente, e retornamos para almoçar em Aguas Calientes antes de pegarmos o trem de volta para Cusco à tarde, chegando no início da noite.

No próximo post, vamos falar especificamente sobre esse lugar mágico chamado Machu Picchu.

Machu Picchu com criança, Peru

 
 
(Facebook   Twitter   Instagram)

_______________________________________

Posts relacionados:

Hostel em Cusco (Los Áticos)

Peru com crianças – Cusco (Boleto Turístico)

Peru com crianças – Cusco (City Tour)

Peru com crianças – Tour pelo Vale Sagrado dos Incas

Peru com crianças – Machu Picchu, parte 1: de Ollanta para Aguas Calientes

Anúncios
Categorias: Machu Picchu, Peru, Viajando | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Peru com crianças – Machu Picchu, parte 1: de Ollanta para Aguas Calientes

Seguimos para Aguas Calientes ao final do tour pelo Vale Sagrado, pegando o trem na estação de Ollantaytambo. Compramos os tickets diretamente pelo site da Perurail e escolhemos um horário mais para o início da noite para não atrapalhar a visita às ruínas de Ollantaytambo. O tour do Vale Sagrado chega a Ollanta por volta das 15:00, de forma que, se for pegar o trem, é melhor deixar para mais tarde e evitar correrias. Nosso trem saía às 19:00, então tivemos tempo de dar uma volta pela pequena cidade e lanchar com as crianças antes de nos encaminharmos para a estação de trem. Na entrada, basta mostrar o voucher impresso em casa e os passaportes para ter acesso ao terminal de embarque. É necessário chegar, no mínimo, meia hora antes do horário de partida do trem.

De Ollantaytambo para Aguas Calientes, Peru com crianças De Ollantaytambo para Aguas Calientes, Peru com crianças

Para essa viagem de 1h e meia até Aguas Calientes fomos no trem mais simples, o Expedition, mas que é muito confortável, com poltronas largas e grandes janelas laterais. Como estava de noite, não deu para curtir muito a vista. Por isso, recomendo, se possível, marcar o retorno para o dia e ainda aproveitar a paisagem. No Expedition servem um lanche bem simples, apenas um snack e uma bebida.

Perurail Expedition, De Ollantaytambo para Aguas Calientes, Peru com crianças Perurail Expedition, De Ollantaytambo para Aguas Calientes, Peru com crianças

Aguas Calientes fica à margem do rio Urubamba e é cortada pelo rio Aguas Calientes. É o ponto final do trem e o ponto de apoio para todos que querem subir a Machu Picchu. Logo, a cidade sobrevive disso.

A rua principal, ao longo do trilho do trem, é repleta de lojas de artesanato, restaurantes e hotéis. Um dos atrativos da cidade são as piscinas naturais, as termas, mas nós não chegamos a conhecer.

Aguas Calientes, Peru com crianças Aguas Calientes, Peru com crianças

Chegamos a Aguas Calientes já de noite e fomos direto para nosso hotel que ficava bem em frente da linha do trem. Entretanto, tivemos problemas com o hotel, para o qual fizemos a reserva pelo Hotéis.com. Foi a primeira vez que algo deu errado nas nossas reservas online. O problema foi que o hotel reservou mais quartos do que tinha disponível e, quando chegamos, não havia mais vagas. Mostramos nosso voucher de reserva impresso há meses e a funcionária ficou toda sem jeito. Foi procurar outro hotel que tivesse quarto àquela hora e ainda tinha que ser para quatro pessoas. Acabou nos encaixando num hotel próximo, mas em quarto triplo. Os meninos tiveram que dividir a cama e, mesmo não tendo gostado muito do hotel, não tínhamos muita opção naquele momento. Sendo apenas um pernoite, encaramos, mas sem dúvida não recomendo o hostel La Payacha que nos causou todo esse transtorno. Na confusão, nem tirei fotos dos hotéis, ou dos quartos, por isso nem farei um post exclusivo sobre eles.

Fachada do hostel La Payacha, Aguas Calientes, Peru com crianças

Fachada do hostel La Payacha

Aguas Calientes já estava bem deserta às 21:00, mas as lojinhas ainda estavam abertas e muitos restaurantes funcionavam. Paramos em um apenas para comer uma pizza rápida antes de nos entregarmos ao cansaço e nos prepararmos para o que nos aguardava no dia seguinte, a cereja do bolo, o ápice dessa viagem, o qual não foi deixado por último à toa. Era dia de conhecermos a cidade mágica dos incas. Era dia de Machu Picchu.

 
 
(Facebook   Twitter   Instagram)

_______________________________________

Posts relacionados:

Hostel em Cusco (Los Áticos)

Peru com crianças – Cusco (Boleto Turístico)

Peru com crianças – Cusco (City Tour)

Peru com crianças – Tour pelo Vale Sagrado dos Incas

Categorias: Águas Calientes, Machu Picchu, Peru, Viajando | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: