Posts Marcados Com: Dica de hospedagem em Chicago

Montreal – Dica de hotel (Hôtel Bonaventure Montréal)

Durante nossos 5 dias em Montreal, ficamos hospedados no Hôtel Bonaventure, localizado no último andar do Place Bonaventure, um grande edifício comercial no centro de Montreal. Uma das principais vantagem que consideramos ao escolher o Hotel Bonaventure foi a localização, mas não demoramos a perceber outras.

Hotel Bonaventure Montreal

Place Bonaventure no canto direito da foto

Ocupando todo último andar do Place Bonaventure, o hotel é enorme, com 395 quartos, uma piscina externa, terraço, restaurante, fitness center.

Hotel Bonaventure Montreal

Lobby

Hotel Bonaventure Montreal

Academia

Hotel Bonaventure Montreal

Terraço

O Place Bonaventure tem conexão direta ao Réso, a cidade subterrânea de Montreal. Várias edifícios, shoppings, galerias, estações de metrô e trem, tudo conectado por baixo da terra. Se quiséssemos, podíamos fugir do vento frio, que já dava as caras no fim de outubro, e chegar a várias atrações da cidade protegidos no calorzinho do subterrâneo. Do Hotel Bonaventure, bastava pegar o elevador exclusivo do lobby ao térreo do Place Bonaventure, e descer umas escadas para estar na estação Bonaventure, da linha laranja do metrô, que nos levava facilmente à Old Montreal e ao Vieux-Port.

Estação de metrô perto do Hotel Bonaventure Montreal Cidade subterrânea perto doHotel Bonaventure Montreal

O hotel fica bem próximo a diversos pontos de interesse turístico em Montreal, como a Cathédrale Marie-Reine-du-Monde, Place du Canada, Square Dorchester, Rue Ste Catherine, Musée des beaux-arts de Montréal, Eaton Centre, entre outros.

Um dos destaques do Hôtel Bonaventure é, sem dúvida, a piscina externa aquecida.

Hotel Bonaventure Montreal

A promessa é de poder dar aqueles mergulhos em qualquer época do ano. Confesso que, inicialmente, fiquei cética com essa ideia. No elevador, vimos uma foto de pessoas usando a piscina durante o inverno e cheio de neve em volta. Pensei: ah, fala sério, impossível. Mas, acreditem, é possível. E só fui entender isso quando vi como a coisa toda funciona.

Hotel Bonaventure Montreal

O acesso à piscina se dá pelo fitness center, onde tem uma área fechada e aquecida de uma pequena parte da piscina. A pessoa entra por ali, e atravessa um tunelzinho até a área externa. Desta forma, ela fica todo o tempo submersa na água aquecida, mesmo no ambiente frio do inverno. Ao sair, a mesma coisa; não vai levar choque térmico, porque vai voltar para a área fechada e sair da piscina na sala aquecida. O marido experimentou numa manhã já gelada do fim do outono, e aprovou.

Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal

Começar o dia com um passeio pelo terraço ao ar livre com jardim e cascatas é uma delícia. Nem parece que estamos na cobertura de um edifício bem no centro de uma grande cidade como Montreal.

Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal

Ficamos muito bem acomodados num quarto amplo com duas camas queen e uma bela vista para o terraço.

Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal

O quarto era equipado com televisão, cafeteira, frigobar e cofre.

Hotel Bonaventure MontrealHotel Bonaventure Montreal

O wi-fi está disponível em todas as dependências do hotel e é incluído na diária. O sinal era rápido e pegava bem em todas as partes pelas quais passamos, mesmo com as dimensões do hotel.

Apesar do Bonaventure ser horizontal, havíamos lido algumas reclamações antes da viagem a respeito de escadas que dificultariam o acesso aos quartos por causa da bagagem. Eu não conseguia visualizar a que se referiam antes de ver ao vivo. Acontece que os corredores dos quartos são em dois níveis, acima ou abaixo do lobby, de forma que há, sim, um pequeno lance de escada. Entretanto, sinceramente, não consideramos isso um inconveniente, e olha que estávamos com duas malas grandes, além de uma bolsa de mão. Talvez exatamente para contornar essa questão, há em uma das escadas, mais ao fundo do hotel, rampas de acesso que, para nós, resolveram totalmente a questão.

Hotel Bonaventure Montreal Hotel Bonaventure Montreal

O hotel oferece café da manhã, mas é preciso pagar uma taxa extra. De qualquer forma, encontrar um local para comer, seja café, almoço ou jantar, não será um problema. A área ao redor é recheada de restaurantes, além dos vários shoppings e galerias. Na cidade subterrânea também não faltam opções, como lanchonetes e cafeterias das mais variadas, e até uma padaria cujo cheiro de pão era maravilhoso. Uma sugestão é a Tim Hortons que tem perto da estação de trem.

Tim Hortons próximo ao Hotel Bonaventure

Para quem está de carro, o hotel tem estacionamento, mas há a cobrança de diária de 25U$ (com manobrista). Se não estiver fazendo uma road trip como nós estávamos, carro é algo que será desnecessário em Montreal, ainda mais estando hospedado no Hotel Bonaventure.

Localização: 900 DE LA GAUCHETIERE W., MONTREAL, QUEBEC,

* Agradecemos o apoio do Tourisme Montreal e o media rate oferecido pelo Hôtel Bonaventure, mas ressaltamos que todas as informações passadas foram resultado de nossa experiência pessoal, uma vez que nos reservamos o direito de expressar nossa opinião baseada na experiência vivida, respeitando a nossa política de transparência com nossos leitores.

(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 
 

______________________________________________

Posts relacionados:

New England no Outono – Estado de Vermont (Bennington Battle Monument, Green Mountain, Burlington)

Travel Mobile – Chip de celular para viagens pelos EUA

Roteiro – 15 dias de carro por New England (The Berkshires, Green Mountain, White Mountain, Portland, Boston) e Canadá (Montreal, Québec e Ottawa)

New England no Outono – de carro por The Berskhires, Massachusetts

Birchwood Inn – o aconchegante e charmoso Bed and Breakfast do The Berkshires, New England

The Mount, a casa da escritora Edith Wharton (em Lenox)

 

Anúncios
Categorias: Canadá, Montreal, Viajando | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Chicago – dica de hospedagem

Numa cidade como Chicago, opções de hospedagem não faltam, o que torna ainda mais difícil decidir onde ficar quando se visita a cidade. Para nós não foi diferente. Como a melhor forma de locomoção em Chicago é através dos transportes públicos, ficar bem localizado é uma condição importante. Localização, preço, qualidade… foram muitas e muitas pesquisas até a decisão derradeira. E, no fim, ficamos muito satisfeitos com ela.

Hospedagem Chicago

As áreas mais procuradas pelos turistas são: Magnificent Mile, River North e The Loop. Existe uma grande variedade de hotéis para atender diversos bolsos e interesses nessas regiões. A questão é procurar e achar aquele que mais se adeque ao que deseja (e pode pagar, claro).

Hospedagem Chicago

Em nossas pesquisas, nos deparamos com o Fairfield Inn. Existem dois relativamente próximos, um em River North e outro em Magnificent Mile. Nós acabamos optando pelo primeiro, que além de um preço melhor, ficava bem perto de uma estação de metrô da linha vermelha. Para nós, foi uma ótima escolha, atendendo muito bem o que desejávamos.

Hospedagem Chicago

O hotel oferecia café da manhã continental incluído na diária, mas não era variado e repetia sempre as mesmas coisas todos os dias. Claro que dava para tomar um bom café, só que podia ter mais opções, principalmente para as crianças.

Os quartos com duas camas de casal eram de tamanho satisfatório, não muito grande, mas sem ser pequeno. Havia frigobar e cafeteira, e o wi-fi estava disponível gratuitamente.

Hospedagem Chicago Hospedagem Chicago

As máquinas de lavar e secar a moedas facilitam bastante a vida do turista, principalmente quando se está viajando com crianças.

O que chamou a atenção foi o atendimento. A equipe do hotel era simpática e prestativa. Fomos muito bem recebidos e sentimos esse diferencial.

Hospedagem Chicago

No quesito localização, foi perfeito, a poucos passos do metrô ou de paradas de ônibus, com várias opções de restaurantes e fast food ao redor (McDonalds, Gino’s East, Hard Rock Cafe, Rainforest, Maggiano’s Little Italy, o peruano Tanta, e só para citar alguns), além de uma Walgreens que quebrou o galho inúmeras vezes. Estávamos a quatro quarteirões do Chicago River, chegando ao The Loop com uma curta caminhada e tendo outras linhas de metrô e ônibus à disposição.

De quebra, o hotel ainda estava bem de frente ao Chicago Fire Department e os meninos se divertiram olhando os carros de bombeiros pela janela. Bastava ouvir o som característico que eles corriam animados para o vidro do quarto. Para muitas pessoas, isso pode ser um incômodo, já que constantemente os caminhões e ambulâncias entravam e saíam com as sirenes ligadas e fazendo barulho. Nós não chegamos a acordar nenhuma noite por causa disso (se era por estarmos cansados demais e não pela ausência de ruídos, já não sei dizer).

Hospedagem Chicago Chicago-fire

O hotel tem estacionamento, mas cobra uma taxa absurda de 49U$ por dia (sem manobrista). Nós estávamos sem carro em Chicago, então isso não foi um problema.

Pode ser uma boa sugestão de hospedagem em Chicago, embora só em volta do Fairfield Inn existam tantos outros hotéis, como o seu vizinho Hyatt Place, ou o Hampton Inn, no outro quarteirão. A base da nossa escolha continua sendo a mesma, garantir ao menos uma boa noite de sono e uma boa chuverada, por um preço que o bolso suporte e uma localização que facilite a vida de turista. Afinal, é certeza que, em Chicago, o hotel é onde se vai passar a menor parcela do dia.


(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 
 

______________________________________________

Posts relacionados:

Chicago – The Field Museum

Chicago – Jogo de basquete (NBA) no United Center

Chicago – Museum of Science and Industry

Chicago das alturas – 360ºChicago e Skydeck

Chicago – caminhando por Downtown (Millennium Park e The Loop)

Categorias: Chicago, EUA, Viajando | Tags: , , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: