Posts Marcados Com: Crônicas

Resenha – O RETORNO E TERNO (Rubem Alves)

Resenha O Retorno e o Terno Rubem Alves

Rubem Alves

Título: O retorno e terno

Autor: Rubem Alves

Editora: Papirus

ISBN: 9788530809096

Categoria: Literatura Nacional/Crônicas

Ano de lançamento: 29º Ed/2011

Páginas: 173

Sinopse: Este é um livro de crônicas do autor Rubem Alves. Ele nos diz que as ideias para escrever suas crônicas vêm sempre como experiências de alegria, mesmo que o assunto seja triste. Nos momentos mais inesperados, ele tem a visão como uma imagem e o que tenta fazer é simplesmente pintar com palavras a cena que se configurou na sua imaginação. Como psicanalista, ao escutar seus pacientes, se permite andar nas paisagens de sua alma. Já quando escreve uma crônica, oferece ele mesmo as paisagens de sua própria alma aos olhos dos seus leitores. Em sábias palavras, descreve o escritor como alguém que ilumina com seus olhos aquilo que todos vêem sem se dar conta, possibilitando a percepção de que um mundo já conhecido seja então de novo conhecido como nunca o foi.

Adorei este livro e as suas crônicas. Foi uma das leituras mais lentas que já fiz, mas não porque não gostei. Pelo contrário, eu saboreei em doses homeopáticas. Esse é um livro para ir lendo aos poucos, buscando a reflexão em cada palavra tão bem colocada, pintada como um quadro diante dos nossos olhos.

Diferente de outros livros de crônicas que já li, esse tem um toque poético e filosófico, guiado mais pelo sentimento do que pela razão, usando e abusando de analogias. A forma de o autor nos trazer as situações do dia a dia é baseada na emoção com que vê as coisas que o cercam. Relata as situações do cotidiano, mas de uma forma que você nunca imaginou enxergar. Traz o leitor para um estado de contemplação onde fica se perguntando como nunca tinha visto determinada situação com esse olhar antes. Abre um novo horizonte na mente, e faz refletir sobre muitos aspectos.

Sua escrita é culta, mas nem por isso complicada ou de difícil compreensão. A leitura é gostosa, mas os elementos da Língua Portuguesa são perfeitamente colocados nos levando a textos bem elaborados literalmente. Ele consegue captar a essência dos sentimentos, da visão do mundo que nos cerca, e traduzir em palavras perfeitamente escritas. É uma delícia ler algo com tal primor.

Porém, esse é um livro para ler com calma, em momentos de tranquilidade, pois nos remete a muitos pensamentos. Seu toque de filosofia de vida é palpável, nada abstrato ou complexo, mas que precisa de concentração para absorver toda a essência. Não gosto de viagens filosóficas que não consigo entender nada do que a pessoa quis dizer, mas isso não é o que ocorre nesse livro. Eu lia, no máximo, 2 crônicas em um dia e tinha conteúdo para refletir por outros vários. É um exercício para a mente com palavras que alimentam a alma e o coração sobre temas que envolvem o amor, o casamento, a sabedoria, a alegria, a vida.

As crônicas que mais gostei foram “…Até que a morte…”, de uma sagacidade impressionante com um toque cômico, mas repleto de muita audácia e criatividade; e “Cartas de Amor”, que conseguiu transcrever exatamente o que significa para mim uma carta de amor diante das tantas que escrevi na minha vida de namoro à distância, de forma que pude me identificar plenamente com suas palavras e fiquei impressionada como alguém conseguiu tão perfeitamente captar esse sentimento de quem escreve cartas.

Leitura recomendada não apenas para entretenimento, mas para reflexão.

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 

_________________________________________________________________

Posts relacionados:

Resenha – APAIXONADA POR PALAVRAS (Paula Pimenta)

Resenha – PROCURA-SE UM MARIDO (Carina Rissi)

Resenha – JOGOS VORAZES (Suzanne Collins)

Resenha – COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ (Jojo Moyes)

Outras resenhas

Categorias: Lendo | Tags: , , , , , | 4 Comentários

Resenha – APAIXONADA POR PALAVRAS (Paula Pimenta)

Apaixonada por palavras

Apaixonada por palavras

Título: Apaixonada por palavras

Autor: Paula Pimenta

Editora: Gutenberg

ISBN: 9788565383752

Categoria: Literatura Nacional/Crônicas

Ano de lançamento: 2012

Páginas: 160

Sinopse: Este é um livro de crônicas da autora Paula Pimenta. Reúne 55 crônicas escritas entre 2000 e 2009 onde a autora nos faz mergulhar na sua intimidade, trazendo à tona seus sentimentos, suas experiências de vida e sua forma de ver o mundo.

“É indescritível a sensação de ler um texto e me identificar totalmente com as palavras do escritor. É como se ele tivesse roubado a ideia que eu ainda não havia tido, mas que já existia dentro de mim.”

Esse foi um dos livros de crônicas que mais gostei. Devorei-o rapidinho porque era emprestado da minha mãe, mas depois comprei um e fui relendo com calma. Talvez meu sentimento pelo livro tenha sido pela identificação que senti com a autora. Eu podia me ver escrevendo aquelas palavras de tão parecidas que eram com a minha forma de pensar. Era como se tivessem sido escritas por mim ou diretamente para mim.

Além disso, nesse livro, Paula Pimenta não apenas retrata o mundo a sua volta, mas sim o seu próprio mundo. Ela abre-se para os seus leitores, expõe-se com toda sua capacidade de colocar a palavra certa no lugar certo. Somos convidados a fazer parte da vida da autora, entrar na sua mente, saber suas reflexões, sentir seus sentimentos, ver o mundo através dos seus olhos e viver sua vida. Isso aproxima o leitor, tornando a relação íntima, mesmo que seja apenas com seu livro.

Ela sempre extrai de algum acontecimento de sua própria vida o início de suas reflexões que compõem cada crônica. Sua escrita é simples, fluida e eloquente. Ela consegue nos passar suas palavras da forma clara e compreensível. As crônicas são marcadas pelas datas em que foram escritas, o que torna visível o amadurecimento da autora tanto como pessoa quanto como escritora. Inclusive, nas primeiras crônicas, não cheguei a me identificar tanto e pensei que era, exatamente, por ela ser uma escritora mais voltada ao público infanto-juvenil. Entretanto, à medida que os anos de seus textos vão passando, fui percebendo as mudanças na própria pessoa da autora, tornando-me mais próxima dela.

Os temas retratados são os mais abrangentes, seja um acontecimento do seu dia que a levou a pensar em como se vivia sem energia elétrica, seja o seu sofrimento pela perda de seu bichinho de estimação, seja a situação inusitada de uma tímida autora que tenta tirar uma menina do seu assento no avião. Desta forma, é possível rir, chorar, amar e se emocionar com as palavras da autora. Minhas crônicas preferidas foram “Apaixonada por palavras” e “Para o amor entrar“.

A parte física do livro também é encantadora. A capa é um charme e atrai a atenção no primeiro contato. A parte interna é ainda melhor, com folhas em tonalidade de rosa, trechos destacados em cor diferente e uma fonte elaborada, representando a letra cursiva. Enfim, sai totalmente do senso comum dos livros e torna a leitura ainda mais gostosa.

A autora tem ganhado destaque entre as escritoras brasileiras em ascensão voltada ao público juvenil. Depois de ler seu livro de crônicas, despertou-me a curiosidade de entrar no seu universo dos romances como nos livros das séries Fazendo meu filme e “Minha vida fora de série”.

Para aqueles que gostam de crônicas, apreciem esse livro. Para os que não possuem o costume de ler crônicas, Apaixonada por palavras é o começo ideal.

” Assim como o antigo amor trouxe para perto as tais lágrimas do mundo, um novo pode enviá-las para bem longe… Talvez seja assim com os sorrisos também. Um número determinado, que fica circulando pelo mundo, procurando um coração livre para entrar…”

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 

_________________________________________________________________

Posts relacionados:

Resenha – DOIDAS E SANTAS (Martha Medeiros)

Resenha – PROCURA-SE UM MARIDO (Carina Rissi)

Resenha – O RETORNO E TERNO (Rubem Alves)

Resenha – COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ (Jojo Moyes)

Outras resenhas

Categorias: Lendo | Tags: , , , , , | 3 Comentários

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: