Posts Marcados Com: Como solicitar o visto americano

Solicitando o visto americano

Modelo do visto

Modelo do visto

Passaportes em mãos, agora é hora de enfrentar a solicitação do visto para os Estados Unidos. Normalmente, pode ser uma etapa que gera muita ansiedade e receio de ter o visto negado e ver a viagem dos sonhos acabar antes de começar. Mas basta manter a calma, organizar toda a documentação, seguir os passos no preenchimento do DS-160 e ter um pouco de paciência que tudo dará certo. Houve algumas mudanças desde que solicitei meu visto em 2011, de forma que precisei pesquisar algumas coisas para me atualizar e vou colocar aqui um resumo para facilitar. Quem quiser mais informações encontra no link. Lembrando: o visto que estaremos falando é o de Não Imigrante B1/B2 (negócios/turismo).

A primeira etapa é o preenchimento do DS-160 eletronicamente, disponível no site.

Deve ser preenchido um formulário para cada solicitante do visto.

DS-160

DS-160

1 – O formulário é em inglês, mas mesmo quem não domina a língua tem condições de preenchê-lo sem dificuldades. No canto superior direito (conforme indicado na figura acima), tem a opção de alterar o idioma para português. Porém, isso não vai mudar a escrita do formulário. Para visualizar a tradução, você deverá posicionar o cursor do mouse sobre as frases, de forma que aparecerá uma janela com a tradução, facilitando o entendimento. Todo DS-160 deve ser preenchido em inglês.

Tradução em português

Tradução em português

2 – Ainda na página inicial, selecione o local onde estará solicitando o visto. Tem que colocar o mesmo Posto Consular que pretende fazer a entrevista, pois as informações preenchidas eletronicamente serão enviadas para esse posto. No Brasil, as opções são:

  • Embaixada dos EUA em Brasília
  • Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro
  • Consulado Geral dos EUA em São Paulo
  • Consulado dos EUA em Recife

Endereços

3 – Você pode testar se sua foto está de acordo com as exigências: fundo claro branco ou acinzentado, 5X5 ou 5X7, recente (mínimo de 6 meses), com visão frontal clara do rosto completo com olhos abertos e boca fechada, sem chapéu ou óculos escuros (exceto acessórios religiosos), a cabeça da pessoa deve cobrir 50% da área da fotografia. Maiores informações.

visto 3

DS-160

4 – Para iniciar o preenchimento do formulário, clique em START AN APPLICATION. Também pode fazer upload de um preenchimento previamente salvo em arquivo, ou mesmo acessar um formulário já iniciado e salvo no banco de dados. Para esse último, será necessário o número de identificação (application ID) e uma frase de segurança (é bom anotar o ID).

Vá salvando seu formulário a cada preenchimento das páginas. O tempo de conexão no DS-160 é de 20 minutos e, se você ultrapassar, a página expira. Então basta voltar à página inicial e fazer o upload do seu arquivo salvo ou acessar o que foi salvo na base de dados que fica disponível por 30 dias.

visto 11

DS-160

 5 Preencher todo o formulário

Faça com calma, leia atentamente cada item, e lembre-se de salvar antes de passar para próxima aba. Tenha em mãos seus documentos pessoais, passaporte e visto anterior. Antes de enviar, você poderá revisar todas as suas respostas e corrigir possíveis erros. Preste muita atenção antes de submeter o formulário, pois qualquer erro ou informação incompleta pode resultar em reagendamento da entrevista.

Alguns detalhes:

DS-160

DS-160

 
 
 
Eu lembro que tive algumas dúvidas no preenchimento do DS-160, como o local onde eu iria ficar, já que na época ainda não estava com hotel reservado. Você pode colocar N/A (Not Available), mas eu coloquei o endereço do nosso provável hotel, mesmo sem ter reservado e não tive problemas. Em nenhum momento, foi pedido qualquer confirmação de reserva.
DS-160

DS-160

 
 
 
 
Outro ponto de dúvidas foi quando perguntam um contato nos EUA, que pode ser um parente ou amigo, ou mesmo uma Organização ou Empresa que se pretende visitar. Se não tiver algum conhecido que more legalmente nos EUA, pode preencher com o endereço de um lugar que pretende visitar, ou até repetir o endereço do hotel que vai se hospedar, por exemplo.
 
Também fiquei insegura no final. Não lembro exatamente como estão escritas as questões, mas são várias perguntas, até meio estranhas, como se você faz parte de grupo de terrorismo ou coisas do tipo. Não que nós fizéssemos, nem tão pouco quem faz parte vai dizer que sim, né? Mas acontece que havia questionamentos sobre saber manusear arma de fogo ou explosivos. Como meu marido é militar, claro que as respostas seriam “sim”, mas sempre fica aquele medo de ter o visto recusado. Porém, antes dessa parte, já foi preenchido sobre sua profissão, de forma que é óbvio que qualquer pessoa que tenha uma formação militar vai ter conhecimentos específicos com arma de fogo. Portanto, respondemos tudo na maior sinceridade e autenticidade. No dia da entrevista, éramos um dos primeiros da fila, mas foram chamando outros na nossa frente e passamos um bom tempo esperando. Quando resolvemos perguntar, só nos foi informado que precisaram fazer algumas checagens e que teríamos que aguardar. Não falaram do que se tratava, mas nos passou pela cabeça que fosse algo relacionado a essas questões do DS-160. Depois de algum tempo, nos chamaram e todo processo restante foi transcorrido sem alterações.
 

6 – Após preencher e enviar o DS-160, imprima a página de confirmação do formulário com código de barras. O envio do formulário deve ser feito com uma antecedência mínima de 72 horas da data marcada para entrevista.

visto 8

Página de confirmação

7 – Proceder ao pagamento da taxa de solicitação de visto (MRV), cujo valor atualmente para visto B1/B2 é U$160,00. A taxa pode ser paga via boleto bancário, ou cartão de crédito no site ou por telefone. Mais informações.

Atenção:

  • A taxa deve ser paga para cada solicitante do visto. É intransferível e não reembolsável independente da concessão ou não do visto.
  • O agendamento no CASV ou para entrevista na Embaixada/Consulado só será possível após o pagamento da taxa.
  • Guarde o recibo do pagamento do boleto que será necessário para o agendamento.
  • Se efetuou o pagamento pelo telefone, anote o número de confirmação da taxa.

8 – Agendar a visita ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto), e, se necessário, a entrevista na Embaixada/Consulado. A entrevista no CASV poderá ser marcada de 1 a 8 dias antes da entrevista na Embaixada/Consulado, mas não no mesmo dia. Preste atenção que na hora da marcação, aparece primeiro a opção para agendar a entrevista da Embaixada/Consulado e depois no CASV, mas a ida ao CASV tem que ocorrer primeiro.

Quanto a renovação:

  • Quem vai renovar visto que foi emitido após o dia 1º de janeiro de 2008, não precisa coletar as impressões digitais desde que a validade do visto não tenha expirado há mais de 48 meses, devendo realizar agendamento apenas para CASV para a entrega dos documentos.
  • Quem tem mais de 14 anos e teve visto aprovado após 1° de julho de 2004, deverá realizar agendamento para o CASV para coletar as impressões digitais e foto, mas não precisará agendar entrevista no Consulado/Embaixada.
  • Quem tem menos de 14 anos de idade, ou possui o último visto emitido antes do dia 1 de julho de 2004, deverá realizar um agendamento tanto para CASV como para a Embaixada/Consulado.

Solicitantes brasileiros menores de 16 anos ou acima de 66 anos, que solicitam um visto B1/B2, não precisam comparecer à Embaixada/Consulado ou ao CASV para deixar impressões digitais, devendo o solicitante ou seu procurador agendar uma entrevista no CASV para entregar a documentação. Quem já teve um pedido de visto recusado anteriormente, não se qualifica para esse Programa.

O Setor Consular tem o direito de entrevistar qualquer solicitante caso ache necessário.

O agendamento pode ser feito online ou por telefone (link), sendo necessário ter em mãos:

  • página de confirmação do formulário DS-160,
  • número do recibo do pagamento da taxa MRV,
  • passaporte do solicitante.

Os CASV, a Embaixada e os Consulados não funcionam nos dias de feriado americano (link).

Nos CASV, existentes no Rio de Janeiro, São Paulo (2 centros), Brasília, Recife e Belo Horizonte, serão coletadas as informações biométricas como fotos e impressões digitais. Deve levar o passaporte válido, passaportes anteriores com vistos válidos ou vencidos, página de confirmação do formulário DS-160.

Os CASV funcionam de segunda a sexta das 7 às 18; e aos domingos das 13 às 18.

Quando for comparecer tanto ao CASV como a Embaixada/Consulado, não leve celular ou qualquer outro aparelho eletrônico, nem instrumento cortante ou inflamável. Também evite bolsas grandes. As medidas de segurança para entrar são grandes e, para evitar estresses, levamos apenas uma pasta com todos os documentos e nada mais.

9 – Quando for necessário comparecer a Embaixada/Consulado para entrevista, levar no dia agendado os seguintes documentos:

  • Passaporte válido,
  • Passaportes anteriores com vistos válidos ou vencidos,
  • Página de confirmação do formulário DS-160.

Levar outros documentos que comprovem que o solicitante tem forte vínculo no Brasil e que pretende deixar os Estados Unidos após uma visita temporária:

  • Carteira de trabalho;
  • Declaração de imposto de renda da pessoa física;
  • Contracheques;
  • Certidão de casamento/nascimento;
  • Extratos bancários;
  • Documento de carro ou outros documentos de bens;
  • Declaração da escola ou declaração do empregador e, no caso de empresários ou sócios, imposto de renda da pessoa jurídica e certidão recente do CNPJ;
  • Passaportes atuais e vencidos de outras pessoas que irão viajar com você, especialmente se forem membros da família, ou mesmo de outros membros da família que não estejam viajando com você;
  • Quaisquer vistos americanos anteriores contidos no seu passaporte atual ou vencido, ou uma cópia dos mesmos;
  • Se uma terceira pessoa irá custear a sua viagem, é necessária uma carta de custeio e seria importante trazer documentos que comprovem os vínculos que essa pessoa ou organização tem fora dos EUA, assim como os documentos que comprovem os vínculos do solicitante ao país de residência.

Nós levamos absolutamente todos os documentos que tínhamos e não foi pedido nenhum. Só nos fizeram algumas perguntas como quando íamos viajar, qual era a renda familiar, em que eu trabalhava e ouvimos logo a esperada frase: Visto Concedido.

10 – Entrega do passaporte

O prazo de avaliação de cada solicitação fica a critério do Setor Consular, mas o tempo médio de processamento após a entrevista é de 10 dias úteis. Você poderá optar por receber o passaporte por meio de serviço de entrega expressa sem custo adicional. Ou através de retirada pessoal com documento de identidade com foto em qualquer um dos CASV durante um prazo máximo de 30 dias.

É possível rastrear o status de entrega ou liberação para retirada do passaporte realizando o logon da sua conta no sistema. As informações estarão disponíveis 5 dias após a sua entrevista.

Visto

Visto

11 – Visto Negado

Aqueles que tiveram o visto negado receberão uma carta auto-explicativa com o motivo da recusa, que pode estar marcada com 214(b), significando que, no momento, você não está qualificado para o visto conforme as leis de imigração americana; ou com 221(g), indicando que mais documentos serão necessários para que seu caso seja concluído. Nesse caso, não será necessário pagar novamente a taxa do visto e o você deverá apresentar a documentação solicitada dentro do prazo de um ano ou seu caso será encerrado. Ocasionalmente, as solicitações precisam de processamento administrativo adicional e levarão mais tempo para serem concluídas após a entrevista, sendo que a maioria é resolvida em torno de 60 dias da data da entrevista.

Observações:

O visto tem validade de 10 anos. Isso não significa que você possa ficar todo esse tempo nos EUA e sim que pode viajar para lá durante 10 anos sem ter que solicitar um novo visto. Lembrem-se de que o visto é apenas a permissão para solicitar a entrada nos Estados Unidos, ou seja, apenas indica que sua solicitação de entrada foi analisada por um cônsul americano que determinou que você está elegível à viajar por um propósito específico. O visto não é a garantia de entrada no país. Ao desembarcar em um aeroporto ou porto americano, será necessário passar pela Imigração, onde os oficiais do Departamento de Segurança Nacional (DHS) e os Oficiais do Serviço de Alfândegas e Fronteiras (CBP) vão determinar o seu período de permanência nos Estados Unidos. Assim, será grampeado em seu passaporte um cartão branco chamado I-94. Nesse cartão, o oficial da imigração registrará tanto a data de chegada quanto a data de saída dos EUA, apresentando a data limite que você está autorizado a permanecer nos Estados Unidos. O formulário I-94 deve ser mantido em seu passaporte durante toda a permanência no país, devendo ser devolvido à imigração por ocasião da saída dos EUA. Os meus sempre foram recolhidos pela empresa aérea na hora do embarque.

A partir de 26 de Abril de 2013, o procedimento do formulário I-94 começou a ser automatizado em alguns aeroportos, não tendo mais cartão. A saída também passará a ser registrada eletronicamente, o que evitará os transtornos relacionados ao esquecimento na devolução de I-94.

RESOLVIDA A PARTE BUROCRÁTICA, AGORA É HORA DE COMEÇAR OS PLANEJAMENTOS PROPRIAMENTE DITOS E DEIXAR A VIAGEM COM A SUA CARA.

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 

____________________________________________________________________________________

Posts relacionados:  

Retirando o passaporte
Escolhendo o período da viagem
Comprando a passagem aérea
Viajando com crianças (parte 3): durante o voo
Vamos “roteirar”? – Montando um roteiro de viagem
Categorias: EUA, Planejamentos, Viajando | Tags: , , , , , , , , | 21 Comentários

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: