Posts Marcados Com: Brasil

Oiapoque

Como não podia dizer que morei 2 anos em Macapá e não conheci o Oiapoque, que “dizem” ser onde começa o Brasil (isso depende do ponto de vista, mas tudo bem, sem polêmicas), fizemos essa viagem aventura.

O nome Oiapoque tem origem tupi e significa “casa dos Uayãpis” ou “casa dos guerreiros”. O município de Oiapoque é a referência nacional para determinar o ponto do extremo norte do Brasil. É banhado pelo rio Oiapoque que foi estabelecido pelo tratado de Utrecht em 1713 como o limite entre Brasil e França. O Oiapoque fica a uma distância de 600 km de Macapá, a capital do estado do Amapá. Grande parte da estrada é asfaltada, mas um trecho de 120 km de estrada de chão, esburacada e ainda mais complicada durante o longo período de chuvas, dificulta o acesso ao município. A duração da viagem como um todo leva, aproximadamente, oito horas, sendo três só no trecho sem asfalto da BR 156.

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

A parte asfaltada da BR está em bom estado

Seguindo pela BR 156, o primeiro ponto de parada é no município de Tartarugalzinho, a 200 km de Macapá. Aproveitamos para completar o tanque do carro e desabastecer a bexiga porque não há tantas opções pelo caminho a não ser mato e mais mato.

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Ponto de parada de Tartarugalzinho

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

A última parada antes da estrada de chão fica próximo à entrada do município de Calçoene. Depois é só barro vermelho e mato…

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Que tristeza que bate nessa hora…

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Crianças entretidas!

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Floresta Amazônica Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Rio Cassiporé

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Passamos por várias aldeias indígenas.

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Nada de Oca nas Aldeias

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Asfalto à vista!!!!!!!

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Município de Oiapoque Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Município de Oiapoque

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

A ponte que liga o Brasil a Guiana Francesa está prontinha, já foi inaugurada umas três vezes, mas ainda não está funcionando porque falta o Brasil cumprir sua parte no acordo, ou seja, terminar de asfaltar a BR de Macapá ao Oiapoque e construir as instalações alfandegárias.

Ponte entre Brasil e Guiana Francesa Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Ponte entre Brasil e Guiana Francesa

Ficamos em Clevelândia do Norte, onde fica a Companhia Especial de Fronteira (CEF) do Comando de Fronteira Amapá e 34º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron AP/34º BIS), única Organização Militar do Exército Brasileiro no Amapá. Clevelândia foi inaugurada oficialmente em 1922 e recebeu esse nome em homenagem ao presidente dos EUA, Grove Cleveland.

Clevelândia do Norte Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Clevelândia do Norte

Aqui, não pega sinal de internet. Sinal de celular só se for da OI e na beira do rio (com muito esforço).

34º BIS Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

CEF – Cmdo Fron AP/34º BIS

34 BIS Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Qual direção seguir???

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Já se preparando para nossa próxima cidade.

Mergulho no rio Oiapoque

Mergulho no rio Oiapoque

Fizemos um passeio de barco pelo rio Oiapoque e fomos até Saint George na Guiana Francesa. Apesar de não ser necessário visto para ir para França, é preciso para entrar na Guiana Francesa (território ultramarino da França). O visto custa 150,00 R$ e é retirado na embaixada em Macapá em poucos dias. Porém, é permitido aos brasileiros ficar apenas na parte inicial da cidade de Saint George sem visto. Quem quiser conhecer mais, ou seguir até a capital Caiena, o visto é obrigatório.

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil saint George Guiana Francesa

Saint George Guiana Francesa Viagem ao Oiapoque

Saint George

Existem dois mercadinhos que os brasileiros costumam fazer algumas compras. Mas são mercadinhos mesmo, bem simples. O preço das bebidas (vinho, whisky) foi a única coisa que vi valer a pena. A moeda é o Euro.

Guiana Francesa St George Oiapoque

Guiana Francesa

Oiapoque St George Guiana Francesa

Oiapoque

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Mergulhão

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

Cachoeira Gran Rochele

Bom, valeu o passeio para conhecer.

Viagem ao Oiapoque extremo norte do Brasil

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
__________________________________________________________________

Posts relacionados:

Macapá

Belém do Pará

Transferência para Macapá?

Gramado

Porto Alegre

Anúncios
Categorias: Brasil, Oiapoque, Viajando | Tags: , , , , , , , | 2 Comentários

Belém do Pará – o que conhecer

Belém do Pará

Belém

Fizemos 2 viagens a Belém, a capital do estado do Pará no norte do Brasil. É a segunda cidade mais populosa da Amazônia, sendo banhada pela baía do Guajará, formada pelo encontro da foz do rio Guamá com a foz do rio Acará. A cidade tem um clima quente e muito úmido. Das duas vezes que fomos, um fim de semana no início de 2012 e o carnaval de 2013, choveu todos os dias em vários momentos. A região possui uma rica cultura com folclore, vasto artesanato e culinária exclusiva como o Tacacá, o Pato do Tucupi e a Maniçoba. Não! Não experimentei nenhum. Sou péssima para essas experiências culinárias. Mas provei o sorvete de cupuaçu, serve? Esse é recomendadíssimo!

Belém do Pará Brasil

Belém do Pará

Sorvete da Cairu em Belém Pará Brasil

Sorvete da  Cairu

Vou listar alguns pontos turísticos que visitamos na cidade:

Catedral Metropolitana de Belém, que foi fundada em 1771 e, em seu interior, encontramos belas telas nos altares laterais no lugar das tradicionais imagens.

Catedral Metropolitana Belém

Catedral Metropolitana

Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré, do início do século XX, reproduz o estilo das basílicas romanas. Aberta à visitação de segunda a sexta das 7 às 19h.

Ver-o-peso, vitrine de coisas e costumes da região onde é possível encontrar desde peixes, frutas e verduras, até artesanato e comidas típicas.

Ver-o-peso Belém do Pará Brasil

Vista do Ver-o-peso

Mangal das Garças, parque ecológico às margens do rio Guamá. Tem estacionamento pago. A entrada é gratuita, mas algumas das atrações do parque são pagas à parte como o borboletário, a torre de 47 metros de onde se tem uma boa vista da cidade (altura mínima para subir na torre é 1,20m), e uma reprodução da floresta com pássaros e vegetação local. Lá tem lanchonete com uma coxinha de carne de caranguejo que é uma delícia. No local, há um restaurante chamado Manjar das Garças. Próximo a esse restaurante, fica o píer de onde se tem uma visão do rio Guamá. A visitação é aberta de terça a domingo das 9 às 18h.

Mangal das Garças Belém do Pará

Mangal das Garças

Mangal das Garças Belém do Pará Brasil

Mangal das Garças

Vista do rio Guamá em Mangal das Garças Belém

Vista do rio Guamá

Estação das Docas, um antigo porto restaurado. O espaço abriga três armazéns e um terminal de passageiros de onde saem passeios turísticos de barco. Oferece variadas opções de restaurantes e a famosa sorveteria Cairu (a do sorvete de cupuaçu). Presenciamos algumas apresentações da cultura local como danças de Carimbó e Boi Bumbá. Possui estacionamento próprio pago. É um bom local para um passeio noturno, bem movimentado e com segurança. Não chegamos a comer nas Docas, pois achamos os pratos caros. Lá tem uma cervejaria chamada Amazon Beer que produz um chop 100% artesanal de seis tipos diferentes. Como não bebo nada de álcool, não cheguei a experimentar, mas vivia cheio.

Estação das Docas Belém do Pará

Estação das Docas

Interior estaçao das docas Belém

Interior das docas

Folclore Boi Bumbá estação das Docas Belém do pará

Folclore

Passeio fluvial pela orla ao entardecer, saindo da Estação das Docas, com duração de 1 hora e meia. Durante o passeio, há apresentações de dança e músicas típicas da região. Além desse passeio, existem outros a preços variados. Para se informar, há um guichê da Valeverde Turismo na própria Estação.

Passeio de barco em Belém do Pará

Passeio de barco

Outros passeios

Outros passeios

Museu Zôo-botânico Emílio Goeldi, um misto de jardim botânico e zoológico. Crianças não pagam entrada e adultos pagam 2 reais. Além da vegetação nativa, encontramos alguns bichos como onça, macaco, jacaré, tartaruga, jabuti, arara, bicho preguiça, entre outros. Há também um museu com animais empalhados.

Museu Zôo-Botânico Belém

Museu Zôo-Botânico

Mata nativa no museu Goeldi Belém Pará

Mata nativa

Vitória-régia museu goeldi Belém Pará

Vitória-régia

Casa das 11 Janelas, construída no séc XVIII como residência de um proprietário do engenho de açúcar. Desde 2002, abriga um espaço cultural com três salas de exposição contendo obras de artistas modernistas e contemporâneos.

Forte Belém Pará

Forte

Ilha do Mosqueiro, localizada a 80 Km de Belém, repleta de praias de água doce com ondas e areias claras. Fomos a duas praias, a Praia do Farol, na região mais urbana, e a Praia do Paraíso, um pouco mais afastada. Encontramos um bom restaurante com infraestrutura nesta Praia do Paraíso, embora os preços sejam salgados.

Ilha do Mosqueiro Pará Brasil

Ilha do Mosqueiro

Praia do Farol Ilha do Mosqueiro Pará

Praia do Farol

Praia do Paraíso Ilha do Mosqueiro Pará

Praia do Paraíso

Pria de rio ilha do mosqueiro Pará

Imensidão de rio

A cidade ainda tem outros atrativos que não tivemos oportunidade de visitar como o Museu de Arte Sacra do Pará, Teatro da Paz, Museu de Arte de Belém, Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves, entre outros. Outra opção é passeio para Salinas, um município paraense distante 220Km de Belém, banhado pelo Atlântico, com praias de água salgada e areia fina e branca, mas infelizmente, não chegamos a conhecer.

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 

_____________________________________________________________________________

Posts relacionados:

Macapá

Transferência para Macapá?

Gramado

Porto Alegre

Solicitando o visto americano

Categorias: Belém do Pará, Brasil, Viajando | Tags: , , , , , , | 4 Comentários

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: