Posts Marcados Com: Becca Fitzpatrick

Resenha – CRESCENDO, SÉRIE HUSH HUSH 2 (Becca Fitzpatrick)

Resenha Hush Hush 2 Crescendo

Série Hush Hush 2

Título: Crescendo

Autor: Becca Fitzpatrick

Editora: Editora Intrínseca

Lançamento: 2011

Categoria: Literatura Estrangeira/Sobrenatural/Young Adult

ISBN: 978-85-58057-09-0

Páginas: 288

Essa resenha contém SPOILERS do volume anterior, (Para ler a resenha, clique:Sussurro)

Sinopse: Depois do rumo que sua vida tomou após conhecer Patch, Nora se encontra cada vez mais mergulhada num mundo de Anjos Caídos e Nephilins. Após quase ser assassinada e ter sua vida salva, ela ganha um anjo da guarda, seu próprio namorado Patch, que estava longe de ser do tipo angelical. Entretanto, Marcie Miller, sua inimiga desde os tempos de infância, se aproxima de Patch, que, por sua vez, fica cada vez mais distante de Nora. Um velho amigo de infância de Nora, Scott Parnell, volta para a cidade e se aproxima dela, deixando-a curiosa em saber que segredo sombrio ele guarda e que o fez deixar a cidade onde morava com a mãe. Em meio ao ciúme de Patch e Marcie, da atração por Scott e da descoberta de informações sobre o assassinato de seu pai, Nora começa a ter visões do pai, escutar sua voz em sua mente e ser atraída para situações perigosas. Ela tem a necessidade de saber o que realmente aconteceu com seu pai e se, de alguma forma, Patch estava relacionado à sua morte. “Algumas verdades ficam melhor mortas e enterradas – do contrário, podem destruir tudo em que você acredita”.

“Estou tentando seguir as regras. Eu não devo me apaixonar por você.” (Patch)

Primeiro, retiro o que disse sobre Nora no livro anterior. Em Crescendo, ela conseguiu, realmente, irritar. Com sinceridade, a princípio, não entendi o que autora quis com este livro. Só quando parei para analisar o próprio nome do livro, passei a ter uma outra visão e a ter esperança de que aquilo que me desagradou nesse seja melhorado nos próximos. Segundo, Crescendo veio a confirmar a minha decisão de só ler séries quando elas já estão completamente publicadas, porque da forma como o livro termina, se eu ainda tivesse que esperar meses para saber a continuação, ia ser uma tortura.

Mas vamos começar pelo nome, Crescendo. O sentido do título eu só compreendi durante a leitura, ou seja, que Nora estaria crescendo, no sentido de amadurecendo com os acontecimentos de sua vida, sendo esse livro o divisor de águas, narrando o marco no seu desenvolvimento. Será isso mesmo? Só quando ler os demais para ter certeza. Portanto, talvez ela retorne diferente nas sequências, não sei. Só que, para dar esse sentido, a autora mudou a construção da personagem que havia traçado em Sussurro, trazendo uma Nora perdida, frágil, confusa, insegura, imatura. Não era a mesma! As únicas características que permaneceram foram a sua curiosidade e seu instinto de sobrevivência. Foi essa a minha impressão, que se mudou a personalidade dos personagens de um livro para outro. E não apenas Nora, como também Patch. Logo no início, quando ela tomou uma decisão e se manteve firme nela, até impressionou, pois se colocou em primeiro lugar frente a um relacionamento cheio de segredos e desconfianças. Nora fez o que muitas mulheres adultas, que se dizem maduras, não conseguem fazer. Mas depois tudo pareceu desandar. E ela se mostrou realmente a menina de 16 anos que era. Até aí nenhum problema, ela é uma adolescente e deve agir como tal. Só que tive dificuldade de vê-la assim depois da construção da personagem de Sussurro, e me peguei não gostando tanto dela.

(Início Spoiler) Uma coisa que eu gostaria muito de entender é porque muitos autores resolvem acabar o relacionamento principal das séries na sequência dos livros. Isso era para motivar a leitura? Porque não consigo. Sempre me desanimo. Prefiro quando o casal enfrenta qualquer tipo de dificuldade, mas permanece junto. E, neste caso, pareceu que a autora deu uma forçada de barra, pois era algo simples de resolver que se transformou em algo maior por atitudes incompreensíveis de ambos os lados. Meio que para justificar tais atitudes, aparecem os Arcanjos, que vêm para manter aquele ar de amor proibido e impossível, que normalmente é a fórmula de sucesso dos romances sobrenaturais. (Fim Spoiler) Ao lado disso, se aprofunda a história de Marcie, que havia sido apenas pincelada no livro anterior. Passamos a entender melhor o relacionamento entre ela e Nora e a origem de seus desentendimentos.

O controle dos Arcanjos sobre Patch faz com que ele seja totalmente apagado nesse livro. Vira praticamente um personagem secundário. E o pior é que ele também tem sua personalidade mudada do que foi traçado no primeiro livro. Ele fica mais sombrio, e sem graça, como um anjo da guarda do que era como um anjo caído. Ele perde seu senso de humor, suas palavras afiadas e seu charme. Fica chato, sério, sem a leveza que tinha em Sussurro. A única personagem que me ganhou neste livro foi Vee. Seu jeito divertido se manteve e sua amizade por Nora se sobressaiu. Ela é cativante e consegue nos arrancar alguns sorrisos. Espero que não mude nos livros seguintes também. Scott entra para preencher o vazio deixado por Patch. Ele tem o estilo bad boy, atlético e bonito. Retorna a cidade após a separação de seus pais e logo Nora se mostra curiosa pelos segredos que ele parece esconder e se aproxima. Exatamente a mesma coisa que ocorreu quando ela conheceu Patch.

O que faz manter a leitura até o fim é a rede de mistérios em torno do assassinato do pai de Nora. Essa é a trama do livro. Mesmo não considerando o livro melhor que o anterior, pois achei que a autora se perdeu nos seus personagens principais, não tem como não dar mérito para o desenrolar dos mistérios sobre Nora, Marcie e os pais de ambas, além do toque de surpresa que a autora guardou para o final e que pega todos de surpresa. As peças se encaixam e algumas coisas passam a fazer sentido. Becca Fitzpatrick ainda deixou a história bem alinhavada para dar continuidade a série, com a certeza de que vem mais ação pela frente. Em Crescendo, sobressaiu o suspense sobre o romance, mas se manteve a narrativa fluida, simples e bem elaborada. E fica a esperança de que Patch e Nora recuperem seus carismas nos livros seguintes. Lembrando, este é um livro para entretenimento voltado ao público adulto jovem.

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
Para ler outras resenhas.
Categorias: Lendo | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Resenha – SUSSURRO, SÉRIE HUSH HUSH 1 (Becca Fitzpatrick)

Resenha Hush Hush Sussurro Becca Fitzpatrick

Série Hush Hush 1

Título: Sussurro (Série Hush Hush #1)

Título Original: Hush Hush

Autor: Becca Fitzpatrick

Editora: Editora Intrínseca

Lançamento: 2010

Categoria: Literatura Estrangeira/Sobrenatural

ISBN: 978-85-98078-78-6

Páginas: 264

Sinopse: Nora Grey tem 16 anos, mora com sua mãe numa fazenda um pouco afastada da cidade de Coldwater, no estado de Maine, EUA. Enfrenta a perda do pai, assassinado há alguns meses, e dificuldades financeiras para manter a casa onde mora por toda sua vida. Sua mãe passa muito tempo trabalhando e em viagem a serviço. Nora é uma adolescente que aprende a ter que se virar sozinha e tomar suas próprias decisões, sendo responsável e centrada nos estudos. Tem uma melhor amiga chamada Vee, sua parceira nas aulas. Nora nunca se sentiu interessada por nenhum menino em especial, até o dia em que seu professor resolve mudar as duplas das aulas de biologia. Ela tem o primeiro contato com Patch, que ela só conhecia de vista. A partir deste momento, vários acontecimentos aterrorizantes começam na vida de Nora, mudando sua rotina e sua vida, deixando-a sem saber em quem confiar. Principalmente depois que entram na trama dois novos rapazes, Elliot e Jules. Mesmo diante dos perigos que ela acredita que envolva o misterioso Patch, Nora não consegue manter-se afastada, sendo atraída cada vez mais por ele. Aos poucos vai descobrindo que a verdade a respeito de Patch é mais perturbadora do que imaginava, mas seus sentimentos por ele não a deixam fugir. Ela se vê no meio de uma batalha entre seres sobrenaturais e vai ter que decidir um lado, decisão essa que pode custar a sua vida.

Não é novidade que adoro esses romances sobrenaturais, mas nunca canso de me surpreender com a criatividade dos autores ao criarem as mais mirabolantes histórias. E é nesta criatividade que se encontra Sussurro, um romance sobre anjos caídos, diferente dos anjos que tanto ouvimos falar como bons e celestiais. Esses cometeram erros, podem ser perigosos e são envolvidos por sentimentos como amor e ciúmes. Além deles, encontramos os Nephilins, que são descendentes de relações entre anjos caídos e humanos, e são imortais.

Este foi meu primeiro livro desta autora, Becca Fitzpatrick, e gostei da sua escrita. O livro é narrado em primeira pessoa por Nora Grey. No início, fiquei pensando que encontraria mais uma personagem imatura e chata. Porém, logo vi que não seria totalmente assim e acabei gostando dela, que se mostrou uma protagonista divertida e centrada para a idade que tem. Mesmo que, algumas vezes, seja preciso ter uma certa paciência com ela, ok? Nora é uma menina de 16 anos que já demonstra traços de personalidade, além de ser curiosa e decidida. Ótimo, já ganhou pontos. Não aguento livros que mostram as mulheres fracas que só fazem 100% de bobagens.

Claro que o livro usa as fórmulas de sucesso garantido, um amor impossível com gostinho de proibido, o que torna tudo ainda mais interessante. Só que a autora tem méritos de uma narrativa bem escrita à medida que nos deixa envolvidos por Patch, para mim o grande personagem da história. Ele é misterioso, divertido, malicioso, perigoso, sedutor. E lindo, claro! Tem como não se apaixonar? Suas falas são sempre repletas de tiradas audaciosas, irônicas e cheias de duplo sentido. Ele foge do estereótipo dos protagonistas comuns dos livros, estando longe de ser o mocinho bom. Mas Nora não fica para trás, sempre enfrentando as palavras de Patch à altura. Seus diálogos são deliciosos de ler e fáceis de se encantar. O engraçado é que ele vai conquistando Nora, assim como vai conquistando o leitor. A princípio, Nora se mostra intrigada por Patch, mas logo vai passando a se encantar.

Mas o romance deles não é o centro da história. Vários acontecimentos prendem o leitor. Uma pessoa está seguindo Nora em vários momentos. Um homem usando uma máscara de esqui a ataca no carro e agride sua amiga Vee. Percebe-se que alguém está tentando matar Nora. E no meio disto tudo, está Patch, que aparece em todo lugar que Nora está e sabe mais dela do que seus amigos mais próximos. Simplesmente, eu não conseguia parar de ler, porque precisava saber mais sobre o mistério de Patch, o qual a autora segura por boa parte do livro, desvendando mais para o final. Isso deixa uma sede louca pela leitura. Afinal, quem é Patch? O que ele quer com Nora? E quando entra na trama Elliot e Jules, a história fica ainda mais intrigante. Quem está por trás dos acontecimentos sem explicação que estão ocorrendo na vida de Nora?

Sussurro é um livro dinâmico, com linguagem fácil, personagens cativantes e um enredo intrigante, mas é uma narrativa para adultos jovens (Young Adult), como gostam de classificar. Mistura suspense, fantasia, mistério e um bom romance com um toque cômico. Esse é um livro com objetivo de entreter, e consegue cumprir bem seu papel.

“ – Humm, você está cheirosa. – ele disse.

– Chama-se chuveiro. – Eu disse com o olhar fixo para frente. Como ele não respondeu, virei-me de lado. – Sabão. Xampu. Água quente…

– Nua. Sei como é.”

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
Categorias: Lendo | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: