The Bershires

The Mount, a casa da escritora Edith Wharton (em Lenox)

Uma das cidades que conhecemos durante nossa road trip pelo outono de New England foi Lenox, no estado de Massachusetts. E é em Lenox que encontramos o The Mount, uma mansão de 1902 que foi desenhada e construída pela escritora americana Edith Wharton, a primeira mulher a receber um Prêmio Pulitzer de Ficção, em 1921, por seu livro A Idade da Inocência (The Age of Innocence). Apresentando suas teorias de arquitetura e paisagismo, descritos em seu livro The Decoration of House (1897), Edith criou uma casa autobiográfica (linda, devo completar, se é que necessita), onde viveu até 1911.

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

Nascida em 1862, em New York, Edith Wharton escreveu mais de 40 livros durante 40 anos de profissão. Dentre suas obras mais famosas estão Ethan Forme (1911) e The House of Mirth (1905), ambas produzidas enquanto residia no The Mount.

The Mount, The Berkshires

Restaurado a partir de 1997, o The Mount é aberto ao público de maio a outubro e pode-se conhecer a casa e os jardins por conta própria ou acompanhar um dos tours gratuitos de 45 min de duração (para a casa, tour de hora em hora das 11 às 16h durante a semana, incluindo um às 10:3o nos fins de semana; para os jardins, tour às 14h, nos dias de semana, e às 12h e 14h, nos fins de semana).

The Mount, The Berkshires

A casa tem três andares, mas os móveis não são originais. Através de fotos, a restauração tenta recriar os ambiente na maior semelhança possível, conforme podemos evidenciar através de fotos antigas dos cômodos originais dispostas nos ambientes.

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

No primeiro andar encontramos o Hall de Entrada, concebido numa espécie de gruta com as paredes de gesso trabalhado em musgos e gotas d’água, além da cozinha e da lojinha de conveniência.

No segundo andar, o Main Floor, estão:

Gallery, que é onde o tour se inicia, sendo uma espécie de corredor com acesso aos demais cômodos do andar. O piso de mármore, a exposição de obras de arte e a simetria são os destaques da galeria, inspirado em salas italianas que Edith admirava.

The Mount, The Berkshires

Teddy Wharton’s Study, o escritório do esposo de Edith.

Edith Wharton’s Library, biblioteca cujo destaque da decoração são os próprios livros organizados em prateleiras embutidas nas paredes. O acervo é original de Edith Wharton, recuperado em 2007 após quase um século na Europa.

The Mount, The Berkshires

Drawing Room, o maior cômoda da casa.

The Mount, The Berkshires

Dining Room, recriada através de fotografias com uma mesa vitoriana redonda e poltronas francesas. Fiquei encantada pelas paredes em tom de salmon.

The Mount, The Berkshires

No terceiro andar encontra-se o quarto da escritora (Edith Wharton’s Bedroom), com uma decoração simples e uma vista privilegiada que, com certeza, servia de inspiração para seus livros.

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

Era neste cômodo que Edith Wharton mais produzia, embora a mesa fosse usada, na verdade, para redigir cartas, já que seus livros ela gostava mesmo era de escrever na cama.

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

Não é um passeio que atraia muito a atenção das crianças. Mas, para contornar isso, o The Mount entrega um lápis e uma folha com alguns desenhos os quais os pequenos visitantes devem circular à medida que encontrem os objetos em cada cômodo da casa durante o tour. A ideia é bem legal, porque acaba envolvendo as crianças e as deixando entretidas durante o passeio, embora alguns desenhos não sejam muito nítidos, dificultando a identificação.

The Mount, The Berkshires

Depois de visitada toda a casa, não podemos deixar de percorrer o jardim, dividido em:

– Flower Garden

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

– Lime Walk

The Mount, The Berkshires

– Walled Garden

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

– Grass Steps

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

As cores do outono deixavam tudo ainda mais belo.

The Mount, The Berkshires The Mount, The Berkshires

Localização: 2 Plunkett Street, Lenox, MA 01240

Horário de funcionamento: de maio a outubro, das 10 às 17h.

Valores: Adulto 18U$; Acima de 65 anos 17U$; Estudantes 13U$; menores de 18 anos não pagam.

*Agradecemos ao Berkshire Visitors Bureau e ao The Mount pelo apoio e ingressos de cortesia, mas ressaltamos que todas as informações passadas foram resultado de nossa experiência pessoal, uma vez que nos reservamos o direito de expressar nossa opinião baseada na experiência vivida, respeitando a nossa política de transparência com nossos leitores.
(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 
 

______________________________________________

Posts relacionados:

Travel Mobile – Chip de celular para viagens pelos EUA

Roteiro – 15 dias de carro por New England (The Berkshires, Green Mountain, White Mountain, Portland, Boston) e Canadá (Montreal, Québec e Ottawa)

New England no Outono – de carro por The Berskhires, Massachusetts

Birchwood Inn – o aconchegante e charmoso Bed and Breakfast do The Berkshires, New England

 

 

Anúncios
Categorias: EUA, Lenox, New England, The Bershires, Viajando | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

New England no Outono – de carro por The Berskhires, Massachusetts

Queríamos ver o outono! Esse era o objetivo principal dessa viagem desde o início: apreciar as cores das folhas no Fall Foliage. Para isso, pegamos a estrada e saímos percorrendo algumas das rotas cênicas da Nova Inglaterra. Como nosso ponto de partida era Boston, começamos exatamente pelo estado de Massachussets, seguindo para o chamado The Berkshires.

The Berkshires, Massachusetts

O Condado de Berkshires compreende uma área oeste do estado de Massachusetts, a sul da Green Mountain (no estado de Vermont), a leste do estado de New York, e a oeste do Connecticut River. Composto por várias pequenas cidades, foi difícil decidir em quais iríamos concentrar nossa atenção no curto espaço de tempo que dispúnhamos. Outra missão quase impossível foi escolher quais rotas percorrer. Após muitas leituras e pesquisas (recomendamos o site Yankee Foliage e o Blog MauOscar), chegamos a três estradas mais procuradas para quem quer se deslumbrar com a mudança das cores do outono:

Berkshire Trail (Rota 9) – são 60km de Dalton a Northampton
Jacob’s Ladder Scenic Byway (Rota 20) – 58km de Lee a Westfield
Mohawak Trail (Rota 2) – 70km de Willianstown a Greenfield

Deixamos as três rotas como possibilidades, e faríamos aquilo que o tempo permitisse. Demos prioridade para a Mohawak Trail, que é a primeira estrada turística da América. Sendo assim, saímos de Auburn, a cidade em que pernoitamos após nossa chegada por Boston no dia anterior (nosso roteiro completo), e seguimos para Greenfield. Sim, se olhar o mapa vai perceber que nós subimos para depois descer, mesmo que no dia seguinte fôssemos voltar para o norte. Isso porque nosso pernoite seria em Lenox, já que queríamos encerrar o dia com umas comprinhas no Premium Outlet que há em Lee.

Em Greenfield, pegamos a Mohawak Trail em direção ao Willianstown e fomos curtindo a vista, as cores, a tranquilidade.

The Berkshires, Massachusetts

Em Shelburne Fall, fizemos uma parada para conhecer a Bridge of Flowers, que até deve ser muito bonita, mas na primavera, já que as flores da ponte estavam murchas. De qualquer forma, é uma cidadezinha fofa para dar uma esticada nas pernas.

The Berkshires, Massachusetts

Estacionamos o carro na Bridge Street, que tem algumas opções de restaurantes e lojas, e atravessamos caminhando a ponte metálica sobre o Deerfield River.

The Berkshires, MassachusettsBridge of Flowers, Shelburne Falls, The Berkshires,

Retornamos passeando pelos 122 metros da Bridge of Flowers, construída em 1908 entre Shelburne e Buckland. Mais de 500 variedades de flores são plantadas por voluntários a cada temporada e a ponte fica aberta à visitação desde o início da primavera até o fim do outono.

Bridge of Flowers Bridge of Flowers, Shelburne Falls, The Berkshires, Bridge of Flowers, Shelburne Falls, The Berkshires, Bridge of Flowers, Shelburne Falls, The Berkshires, Bridge of Flowers, Shelburne Falls, The Berkshires,

A vista do rio com sua margem colorida pelo outono compensou a falta de cores das flores da ponte.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

Um pouco mais à frente na Mohawak Trail, em Charlemont, fizemos outra parada, agora para conhecer a ponte coberta Bissell. Saindo da estrada principal, é só pegar a route 8A. Sobre o Mill Brook, um pequeno córrego, a Bissell Covered Bridge original de 1840 foi substituída em 1951, embora estivesse fechada ao tráfego desde 1995. Apenas em 2009 foi reaberta, após dois anos de restauração.

Bissell Bridge, The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires The Berkshires, Massachusetts

Seguindo nosso caminho pela Mohawak Trail, pegamos o trecho mais lindo da estrada, exatamente quando corta a Mohawak Trail State Forest. A dica é ir devagar, curtindo a vista, tirando muitas e muitas fotos.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

Neste percurso, duas cidades merecem destaque: North Adams e Williamstown. Nós fizemos paradas rápidas em ambas, apenas para algumas fotos.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

De Williamstown, pegamos a rota 7 para o sul, retornando em direção a Lenox. Acabamos gastando mais tempo que o imaginado na Mohawak Trail, mas não queríamos deixar de dar ao menos uma conferida nas outras duas rotas principais dessa região. Em Pittsfield, tomamos a rota 9, a Berkshires Trail. Resolvemos que não iríamos percorrê-la toda até Northampton por causa do adiantar da hora. Só iríamos até um certo ponto, que ainda não sabíamos qual, e desceríamos por alguma estradinha, que também não sabíamos qual, até interceptar a rota 20, a Jacob’s Ladder Scenic Byway, pela qual voltaríamos até Lee. Resumindo, foi no improviso total. E foi perfeito.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

Num determinado momento, pegamos uma estradinha para o sul, simples, pequena, mas que se revelou a mais bela deste dia de viagem.

The Berkshires, Massachusetts

Por esta rua nós seguimos até a 112; e pela 112 chegamos a rota 20. Foi uma delícia sair sem rumo, vendo a vida cotidiana, as casas isoladas, as localidades nada turísticas, a vida como ela é. Pela Jacob’s Ladder Scenic Byway fomos até Lee.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

Se tivesse que recomendar apenas uma das três rotas, realmente seria a Mohawak Trail.

Em Lee, estacionamos na Main Street, onde encontramos várias opções de restaurantes e algumas lojinha, e fomos conhecer a cidade a pé.

The Berkshires, Massachusetts

Aproveitamos para fazer nosso almoço, quase lanche da tarde, numa creperia, a Starving Artist Creperie and Cafe. Super recomendada. Além do ambiente bem legal, junto com uma galeria de arte, o crepe era uma delícia.

Lee, The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

Perto da creperia está a bela First Congregation Church (que teve sua construção iniciada em 1857), com sua torre de madeira de 150 metros. Ao lado da igreja, fica o Centro de Informações Turísticas (fechado aos domingos).

The Berkshires, Massachusetts

Não chegamos a conhecer, então nem podemos dizer se é legal, mas em Lee fica o Animagic – Museum of Animation and Special Effects.

Seguimos para Lenox, passando pelo Laurel Lake.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

As cidades (Lee, Lenox, Stockbridge, Housatonic…) são todas coladinhas, de forma que a gente nem sabia quando terminava uma e começava outra.

Em Lenox, as principais atrações ficam por conta do Tanglewood, a casa da Orquestra Sinfônica de Boston (oferece tour gratuito, exceto às segundas-feiras. Para ver os horários, aqui); e o The Mount, a casa da escritora americana Edith Wharton. Infelizmente, não pegamos nenhum evento em Tanglewood; e fomos numa segunda-feira, então não conseguimos fazer o tour. Visitamos o The Mount e contaremos tudo em outro post.

The Mount, The Berkshires

Outras opções em Lenox são:

Como ainda queríamos dar uma passada no Lee Premium Outlet, fomos fazer nosso check-in na apaixonante Bed and Breakfast Birchwood Inn para deixar nossas malas (o problema foi conseguir sair da pousada depois de conhecê-la).

Bed and Breakfast, Birchwood Inn,

Para encerrar o dia, jantamos no Alta Restaurant, na Church Street, centro de Lenox, um restaurante indicado pela proprietária do Birchwood Inn e que nós adoramos (apesar de não ter menu infantil). Uma ressalva é que fecha cedo, como praticamente todos os estabelecimentos (mesmo os restaurantes) na região, portanto, nada de deixar para jantar tarde ou a barriga vai ficar roncando a noite toda.

The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts The Berkshires, Massachusetts

No dia seguinte, seguindo nossa Road Trip por New England e Canada, ainda conhecemos o Mount Greylock, um parque nacional que é IMPERDÍVEL!!! Foi surreal! As paisagens mais lindas, dignas de filmes, nos presenteando com um outono deslumbrante.

Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires,Mount Greylock, The Berkshires,

A Mount Greylock Scenic Byway fica aberta de metade de maio a metade de outubro, mas pode ser acessível também no fim do outono se as condições climáticas permitirem. Há um centro de visitantes onde é possível pegar um mapa sem custo.

Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires,

A entrada é gratuita, mas no Summit, um memorial aos veteranos de guerra que oferece uma vista de 360 graus do topo de seus 28 metros, é cobrada uma taxa de 2U$ para o estacionamento. Quando fomos, o Summit estava fechado e esta taxa não estava sendo cobrada.

Mount Greylock, The Berkshires, Mount Greylock, The Berkshires,

Dali, cruzamos a divisa para o estado de Vermont, assunto para outro momento.

Outras atrações na região de The Berkshires:

Em Stockbridge

Em Pittsfield

  • Arrowhead – casa de Herman Melville, autor de Moby Dick.
*Agradecemos ao Berkshire Visitors Bureau por todo apoio.
(Facebook   Twitter   Instagram)
 
 
 

______________________________________________

Posts relacionados:

Travel Mobile – Chip de celular para viagens pelos EUA

Roteiro – 15 dias de carro por New England (The Berkshires, Green Mountain, White Mountain, Portland, Boston) e Canadá (Montreal, Québec e Ottawa)

– Roteiro – 29 dias pela Florida (Miami, Orlando, Key West, e passagem rápida por cidades como Cocoa Beach, Daytona Beach, St Augustine, Jacksonville, Tampa, St Petersburg, Clearwater) e Georgia (Savannah e Atlanta)

– Roteiro – 3 dias em Atlanta

– Roteiro – 9 dias no Peru com crianças (Arequipa, Puno, Cusco, Machu Picchu)

Categorias: EUA, Lenox, New England, The Bershires, Viajando | Tags: , , , , , , , , , | 4 Comentários

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: