Resenha – INFERNO (Dan Brown)

Resenha Inferno Dan Brown

Inferno – Dan Brown

Título: Inferno

Título Original: Inferno

Autor: Dan Brown

Editora: Arqueiro

ISBN: 9788580411522

Categoria: Literatura Estrangeira/ Ação

Ano de Lançamento: 2013

Páginas: 448

Sinopse: Neste novo e fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em O código Da Vinci, Anjos e demônios e O símbolo perdido e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado em uma das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, Langdon luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o sombrio poema de Dante, Langdon mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

“Desde a infância tinha memória fotográfica e essa era a faculdade intelectual na qual mais se fiava. Para um homem acostumado a se lembrar dos mínimos detalhes de tudo o que via, agir sem memória era como tentar aterrissar um avião no escuro sem radar.”

Como boa fã de Dan Brown, estava ansiosa para ler Inferno. E não me decepcionei! O livro traz todos os elementos que consagraram o autor, uma aventura de tirar o fôlego, reviravoltas a cada capítulo, incrível capacidade de descrição, escrita rápida e frenética, questões polêmicas, e Robert Lagdom, com sua personalidade marcante e sua inteligência invejável. Ao mesmo tempo, pude perceber diferenças na narrativa do autor. Com exceção de Fortaleza Digital, li todos os livros de Dan Brown e nesse ele muda um pouco o ritmo da história, mas nada que o torne ruim, apenas diferente. Isso é bom porque surpreende quem já estava acostumado com a escrita do autor. Por outro lado, não foi meu livro preferido dele. 

Inferno é narrado em terceira pessoa, alternando a perspectiva de diversos personagens ao longo do livro, de forma que podemos ter uma visão do que ocorre em vários lugares ao mesmo tempo. Isso torna a história dinâmica e ampla. Não é para menos que todo livro narra apenas os acontecimentos de aproximadamente 24 horas. Mas confesso que, em alguns momentos, achei a história meio cansativa, até porque muitas coisas como a obra A Divina Comédia, de Dante Alighieri, tinham que ser explicadas para leigos como eu.  Porém, o autor procura trazer as elucidações em doses homeopáticas, tentando não comprometer o ritmo da trama.

O protagonista continua sendo o professor Robert Langdom e, mais um vez, mergulhamos em simbologia e história da arte, tendo um verdadeira aula a cada página do livro. Em Inferno, Dan Brown começa o livro do meio. Isso mesmo! Entramos na história de supetão, com Robert num hospital sem lembrar nada do que aconteceu. Nas primeira páginas, já estamos em meio a tiros, ação, adrenalina, e muitos mistérios. É interessante ver Langdom ter que se virar sem aquilo que é sua maior arma, sua memória visual. E em busca de saber o que está acontecendo, como ele havia ido parar em Florença e o que ele precisa saber para salvar a humanidade, mergulhamos com ele na trama de Inferno, nos surpreendendo a cada descoberta, sem saber em quem confiar e refletindo sobre questões como a superpopulação mundial. Outros personagens ganham destaque como Sienna Brooks, que ajuda Langdom já no princípio do livro. Ela é dotada de um QI elevadíssimo, mas sua história permanece obscura em boa parte do livro. O grande antagonista da história é Bertrand Zobrist. Digo antagonista porque ele não é aquele vilão clássico, mas não posso entrar em muitos detalhes para não trazer spoilers que estraguem as surpresas do livro. De qualquer forma, Zobrist me fez pensar muito, mesmo com sua “loucura” e sua forma errada de tentar resolver uma questão séria.

O que mais gostei em Inferno foi o guia turístico por cidades como Florença, Veneza e Istambul. As descrições dos ambientes por Dan Brown são absolutamente incríveis. Eu lia, formava aquela imagem na minha mente e depois pesquisava no google para ver a imagem real. E era bem próxima do que eu havia imaginado. Aconselho a leitura com o google ao lado, porque ajuda muito a situar no ambiente. Além disso, o livro traz uma aula de história da arte e história de Florença. Eu sou bem curiosa, então sempre ampliava minhas pesquisas para compreender um pouco mais. Por isso, a leitura de Inferno acabou sendo bem lenta, mas tentei captar o máximo dessa obra, aprender, refletir e viajar…

Já o final me decepcionou. Na verdade, não sabia o que esperava que acontecesse. Mas ficou tudo muito no ar, sem resolução, além de muito surreal.

Não tem como não recomendar um livro de Dan Brown. Podem dizer o que quiserem, que ele é controverso, ou que traz inúmeras imprecisões, mas para quem é fã como eu, ele é diferenciado. E Inferno, apesar de não ter sido o meu preferido, é mais uma obra imperdível desse incrível autor.

“A humanidade agora está vivendo em um purgatório de procrastinação, indecisão e ganância pessoal… mas os círculos do inferno estão à espera, bem debaixo dos nossos pés, aguardando para consumir a todos nós” (Zobrist)

“Basicamente, uma admissão matemática de que a população da Terra está aumentando, as pessoas estão vivendo mais e nossos recursos naturais estão em declínio. A equação prevê que a única consequência possível da nossa trajetória atual é o colapso apocalíptico da sociedade.” (Siena)

 
 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
Anúncios
Categorias: Lendo | Tags: , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: