Escolhendo o período da viagem

Cansei de falar de coisas burocráticas como retirar passaporte e solicitar visto, então agora quero a parte da diversão. Amo viajar, mas quem não gosta? Só que adoro também a fase de planejamento de uma viagem. Curto cada etapa, cada pesquisa, cada decisão, e acho que a viagem começa muito antes de colocar os pés no avião. Além disso, é ótimo já chegar ao destino sabendo o que esperar, onde comer, como se deslocar. É como se você já tivesse estado ali antes. Na nossa Family Trip em 2011, minha família brincava perguntando quando eu havia viajado para Nova Iorque sem ninguém saber, já que os guiava como se não fosse a primeira vez que andava por aquelas ruas. E talvez até não fosse. Bem, mais ou menos. Se contar as vezes que andei por Manhattan através do Street View do Google Maps, ou por fotos, ou pelos blogs…

Exploração pré-viagem com Street View

Exploração pré-viagem com Street View

Hoje em dia, as agências de viagem disponibilizam cada vez mais opções de pacotes de turismo, ou ainda se tem a possibilidade de fechar com eles apenas aquilo que desejar. Fazer as coisas por conta própria tem um gostinho especial, deixando tudo de acordo com seu interesse, seu gosto, seu limite financeiro. Ou seja, a viagem fica a sua cara e com as características das pessoas que viajam com você. Isso é o melhor lado de organizar a própria viagem e tem ficado cada vez mais fácil graças aos inúmeros blogs que compartilham conosco suas experiências nas mais diversas regiões do mundo, trazendo muitas informações em português. Sem dúvida que é trabalhoso, mas vale a pena cada minuto gasto com pesquisas e leituras.

Pesquisas e mais pesquisas no planejamento de viagem

Pesquisas e mais pesquisas

A primeira coisa que procuro acertar é o período da viagem. Os fatores que considero importantes nessa escolha são o clima, a quantidade de turistas e os eventos especiais. Se forem férias, pode ser complicado coincidir esses fatores com os interesses da viagem e os dias disponíveis de todos os viajantes. Quando fomos a família toda em 2011, precisamos acertar as férias de 6 adultos, conseguindo apenas o mês de dezembro, que é um período frio e, portanto, tivemos que ajustar nossos interesses de acordo com o clima, deixando de lado parques aquáticos, por exemplo. Por outro lado, adoramos a oportunidade de pegar o Central Park todo branquinho de neve, expectativa que não se concretizou, mas lidar com condições climáticas é assim mesmo, sempre um tanto imprevisível. Além disso, procuramos ir logo no início do mês Dezembro para Orlando, pois encontraríamos os parques menos cheios e com filas menores, e deixamos Nova Iorque para o final, entre Natal e Ano Novo. O que foi ótimo porque entramos naquele clima natalino especial e encantador da cidade que compensou toda aglomeração de pessoas por todos os lados. Entretanto, se houver opção, prefiro evitar os meses de alta temporada, que são os mais concorridos e com preços mais altos. Por exemplo, os períodos de férias escolares como julho, dezembro e janeiro. Mas, dependendo da região ou do país, outros meses podem ser considerados de alta estação de acordo com eventos ou características climáticas.

Praia Miami Beach

Miami Beach com vento muito frio

Outros períodos podem ser levados em consideração quando se planeja uma viagem aos EUA (uma vez que a quantidade de visitantes aumenta): o Spring Break, um recesso que ocorre nas universidades e escolas americanas entre março e abril; o Summer Break (ou Summer Vacation), as férias escolares no verão que ocorrem entre junho e agosto, dependendo do estado; a semana do Memorial Day, que é a quarta segunda-feira do mês de maio; a semana do 4 de julho, o feriado da independência dos EUA. Com relação aos eventos, temos a semana entre Natal e Ano Novo, com as principais cidades turísticas e parques temáticos lotados de visitantes; e o feriado de Thanksgiving, devido a famosa BlackFriday, que leva muitos turistas a lotarem as lojas em busca das incríveis promoções. Quem vai aos parques de Orlando também pode considerar as diversas festas temáticas que costumam atrair muitas pessoas como a de Natal ou a de Halloween. Por exemplo: Epcot International Flower and Garden Festival, Epcot International Food and Wine Festival, Mickey’s Not-So-Scary Halloween Party, Mickey’s Very Merry Christmas Party, entre outros.

Mickey’s Very Merry Christmas Party Magic Kingdom Orlando

Mickey’s Very Merry Christmas Party

É interessante, também, verificar o clima do período pretendido porque em alguns meses pode fazer muito calor ou muito frio. Ir a Nova York nos meses de inverno, para quem não gosta de frio, pode deixar o passeio desagradável. Ao mesmo tempo em que escolher julho para visitar Las Vegas pode não agradar quem não se sente bem no calor. O clima também influencia com relação ao que se pretende fazer nas cidades. Por exemplo, quem quer ir à praia, ou a parques aquáticos, melhor tentar os meses mais quentes. Ou quem quer passar por parques nacionais, como o Yosemite Park, deve estar ciente de que pode encontrar neve que fecha algumas vias de acesso em determinado período, ou pode ir numa época em que as cachoeiras estejam secas. Ou ainda, um período de muitas chuvas pode atrapalhar a diversão nos parques temáticos, ou impossibilitar um cruzeiro por furacões. Portanto, o clima é um fator que sempre levo muito em consideração para escolher o mês da viagem ou para traçar o roteiro.

Yosemite Park Califórnia

Yosemite sem cachoeira

Deat Valley Califórnia

Cozinhando viva no Death Valley em setembro

As estações do ano do Hemisfério Norte (datas aproximadas):

  • Dia 21 de março – Início da primavera
  • Dia 21 de junho – Início do verão
  • Dia 21 de setembro – Início do outono
  • Dia 21 de dezembro – Início do inverno

Algumas experiências:

– Orlando em julho: quase insuportável. Faz muito calor que chega a ser desgastante. Os parques ficam lotados devido às férias escolares. Peguei muitas filas, chegando a ficar até 2 horas esperando. Se puder evitar, nunca mais voltarei nesse período. Mas, infelizmente, quando as crianças crescem e estão na fase escolar, acaba não sobrando muita opção. Nesse caso, o importante é encarar tudo com bom humor e muito jogo de cintura.

As viagens da nossa infância.

Orlando em julho primeira vez

Orlando em julho

– Orlando em dezembro (de 10 a 22): clima agradável. Fazia frio no início da manhã e à noite, sendo necessário um agasalho, como um moletom. Durante o dia, com o sol, esquentava e conseguíamos ficar apenas de camisa. Entretanto, ainda era complicado ir aos brinquedos que molhavam, motivo pelo qual optamos por não ir a parques aquáticos. Não tivemos problemas com chuvas, pegando apenas um dia chuvoso. Já os parques temáticos estavam perfeitos quanto à quantidade de pessoas. Nem nos sentíamos sozinhos naquelas imensidões, nem tão pouco pegávamos filas intermináveis. Em muitos brinquedos, não havia fila alguma. Entretanto, quanto mais se aproximava do Natal, íamos percebendo o aumento no número de visitantes. Entre Natal e Ano Novo, a informação que tenho é que fique pior do que o período de Julho, mas saímos antes de vivenciar isso. Mesmo assim, curtimos os parques decorados para o Natal e ainda fomos à festa do Magic Kingdon, a Mickey’s Very Merry Christmas Party.

Magic Kingdom Orlando Disney World

Frio de manhã cedo

Epcto Disney World Orlando

À tarde, o sol aparecia

– Nova Iorque em dezembro (22 a 28): agora passamos frio, muito frio, mas não chegamos a pegar neve (que pode ocorrer neste período). E aqui sim, passamos a semana entre Natal e Ano Novo e, se não estava o mundo em Orlando nesse período, garanto que, com certeza, estava em Nova Iorque. Muita, mas muita gente por todos os lados, em todos os níveis daquela enorme cidade, fosse nas ruas, fosse no mundo subterrâneo das linhas de metrô, fosse em cima dos monstruosos arranha-céus. Parecia um formigueiro. Não considero que atrapalhou a viagem, entretanto. Foi um pouco difícil andar nas ruas da Times Square com dois carrinhos de criança, mas nos saímos bem. A decoração de Natal é linda e encantadora.

Nova Iorque com crianças no inverno

Será que estava frio?

Multidão na Times Square entre Natal e Ano Novo

Multidão na Times Square

– Las Vegas em setembro: pensei que ia encontrar a cidade mais vazia por não ser um período de alta temporada, mas descobri que em Las Vegas é sempre temporada. Não imagino aquilo vazio um dia sequer, mas deve existir período que fique ainda mais lotado. De qualquer forma, há espaço para todos. A grandiosidade daqueles hotéis, os inúmeros shows, as diversas atrações, tantas formas da cidade receber e entreter os milhares de turistas. O clima era quente e seco, mas suportável. E Vegas tem uma particularidade que deve ser levada em consideração: nos fins de semana, a cidade recebe mais visitantes e os hotéis possuem diárias bem mais caras que durante a semana.

Las Vegas Strip

Vegas

– Califórnia em setembro: a viagem de carro pelo estado passando por diversas cidades nesse período foi bem tranquila. As estradas são maravilhosas e o clima estava ameno (exceto San Francisco, que chegava a fazer frio, necessitando de agasalho). Em nenhuma das cidades que passamos encontramos superlotação de turistas.

Golden Gate Bridge San Francisco

Vento frio em San Francisco

Big Sur roadtrip Califórnia

Big Sur, clima agradável

Portanto, definido o período da viagem, passo para a compra das passagens ou elaboração de um roteiro, mas essa ordem pode depender. Já comprei passagem primeiro e fiz o roteiro dentro de dias estabelecidos, como já fiz o roteiro com mais liberdade de datas e depois comprei as passagens exatamente nos dias que queria. Mas isso é papo para outros posts.

 
(Nos acompanhem também noFacebook      Twitter      Instagram)
 
_____________________________________________________________________________________
Posts relacionados:
 
Retirando o passaporte 
 
Vamos “roteirar”? – Montando um roteiro de viagem
 
Solicitando o visto americano
 
Viajando com crianças (parte 2): envolvendo os pequenos
 
Passo a Passo no Google Maps
 
Anúncios
Categorias: EUA, Planejamentos, Viajando | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: